São Paulo em 36 horas

15 10 2007

Não, não são 36 horas de trânsito infernal na volta do feriado (eu sei, poderia ser). 36 Hours in São Paulo é um artigo do caderno de Viagem do New York Times que encontrei lendo os feeds do Sampaist.

MASP
"asdas"

É um bom roteiro para um final de semana (começando na sexta à tarde). Pode ser útil se você tiver que mostrar a cidade para alguém em pouco tempo, ou para planejar seu próximo final de semana. Mas o mais legal mesmo, são as descrições, que eu achei bem objetivas e justas. Às vezes é meio chato ouvir de um gringo algumas coisas, como o fato da cidade ter muitos fios elétricos, ou que o Parque da Luz era uma área cheia de drogados, mas não posso deixar de concordar.

Para dar um gostinho, fica uma citação:

6 p.m.
2) FOAMY BREW

The quality of a bar in São Paulo is measured in large part by its chopp (SHO-pee), the Brazilian-style draft beer. And the pouring process is as much an art for Brazilians as Guinness-pouring is to the Irish. The undisputed chopp masters can be found at Bar Léo (Rua Aurora, 100; 55-11-3221-0247; www.barleo.com.br), a German-themed joint in the city's gritty center. To test the barman's skills, ask for a leitinho (lay-CHEEN-yo), all head and no beer. It may sound crazy to the foam-phobic American beer guzzler, but the all-head beer is so creamy, you may just become a convert.

Artigo Original: New York Times - Travel

Foto por . : MaWa : .

Defined tags for this entry: , , ,

Tantos lugares, tão poucas fotos...

15 10 2007

Estou quase completando minha milésima foto no Flickr. Para ser exato, são 943 até hoje.

E ainda me perguntam se vale a pena pagar por isso... até hoje foram por volta de 5 centavos por foto, para mantê-las organizadas, divulgá-las, manter backup, colocálas num mapa, etc.

Falando em mapa, eu estava colocando algumas fotos antigas no mapa mundi e uma hora me deparei com um mapa parecido com este aqui:

Novo objetivo megalomaniaco de vida: encher o mundo de pontos rosas para não mais ver nenhum pedaço de terra :-) (ta bom, a Groenlândia não conta)

Defined tags for this entry: , ,

Mobile

14 10 2007

Não, não estou falando daqueles enfeites pendurados, estou falando de tecnologia móvel. Acabo de inaugurar o Compilação Mobile: uma versão só texto do Compilação, pensada naqueles que não tem planos de dados infinitos no celular (tipo eu).

É só entrar pedro.angelini.blog.br/mobile e experimentar.

Como eu fiz isto? Usei o BuzzBoost, que é um serviço do FeedBurner que cria um script para reescrever seu feed em uma página qualquer. Com um pouco de configurações, deixei ele só com o texto, e criei um diretório /mobile no meu blog. Voilà!

Defined tags for this entry: , , ,

Caipirinha

14 10 2007

Caipirinha com Gengibre, originally uploaded by Pedro Angelini.

Acabei de escrever um post grande no deep sobre o festival de Waffles aqui em casa no sábado, mas esqueci de falar na nova receita de caipirinha: Caipirinha com Gengibre.
O nome diz tudo: coloque algumas fatias de gengibre na sua caipirinha para, como diz o autor da receita "arrancar suspiros dos convidados".
Ele colocou o gengibre ralado, que deve dar mais gosto. Vou fazer o teste na próxima vez.
Fonte: Gastronomia Experimental

Defined tags for this entry: , , , , ,

Esqueçam Retargeting...

14 10 2007

Esqueçam retargeting! Essa tecnologia nova da Microsoft é que é maneira:

No videozinho, o cara mostra algumas tecnologias divertidas, que a Microsoft passou a desenvover a partir da compra do Seadragon. Uma delas é a brincadeira que o Blaise Aguera y Arcas faz no filminho de zoom interativo de alta performance. Alta performance nesse caso não quer dizer que você precisa de uma máquina animal para fazer rodar. Na verdade é o contrário, o algoritmo é bom, então sua máquina pode ser tosca.

A outra tecnologia que é muito impressionante é a do final do filme, que está disponível para brincar no site da Microsoft Live Labs. Com o Photosynth, eles são capazes de, dadas muitas fotos de um determinado tema (como por exemplo essas aqui), reconhecer padrões e juntar tudo em um modelo 3D, que você pode navegar usando seu mouse e teclado. É impressionante. Quem gosta da parte técnica, dê uma olhada aqui para ver como eles fazem isso.

Essas tecnologias são bem legais, e na minha opinião muito revolucionárias. Se for possível que elas sejam usadas por muitos, as possibilidades são enormes. Só de bobeira, imagina uma fotográfica que, quando você tira uma foto, entra na internet (via WiMax) e encontra fotos similares, tiradas de outros ângulos. Você pode dar uma olhada no modelo 3D do lugar, e escolher os melhores ângulos para ver o monumento, ou ver onde é o lugar mais legal para tirar um retrato. Isso para dar uma aplicação lúdica. Se você for um arquiteto pensando na fachada do novo prédio que você vai projetar, essa tecnologia acaba de te permitir colocar seu prédio no meio da cidade sem ter que gastar uma fortuna. Basta ir para o lugar e tirar um monte de fotos!

Reparem que eu falei no começo do parágrafo "se for possível que elas sejam usadas por muitos". Fazendo uma busca pelo nome do indivíduo do filminho na base de patentes do Google, você vai ver que a Microsoft já patenteou um monte dessas tecnologias.

Ah! Não posso deixar de dar o crédito para o Spadim, que me passou o link para o videozinho! Valeu Spadim!

Defined tags for this entry: , , ,

Retargeting

03 10 2007

via Photojojo

Retargeting é uma tecnica razoavelmente nova (o paper da pequisa original é tem referências de 2006) para redimensionar fotos. Antes você podia fazer isto de dois jeitos: cortar um pedaço, ou fazer uma escala (diminuir ou aumentar tudo proporcionalmente). Existiam alguns jeitos diferentes (tipo esticar mais nas bordas que no centro, ou coisas assim) mas não eram nem muito divulgados, nem funcionavam muito bem a não ser em imagens específicas.

Este novo jeito é bem interessante: ele se baseia em retirar (ou colocar) fileiras de pixels não só proporcionalmente com tamanho final, mas também levando em conta a importancia dessa fileiras.

Não vou entrar muito em detalhes, o filminho a seguir é bem explicativo, e impressionante (principalmente se você se interessa por processamento de imagens).

Bom, não tardou muito, e já existem ferramentas na web para você poder fazer o seu próprio resizing:

  • um plugin para o GIMP
  • código Action Script (programação para filminhos flash) que implementa o algoritmo
  • o rsizr, que é uma ferramenta em flash pronta para você brincar (meio lento, mas enquanto não fazem o plugin do photoshop, ta valendo)

Peguei o risizr pra brincar e olha o que deu:


imagem original


imagem "retargetada"


imagem original


imagem "escalada"



imagem "retargetada"

Notem que da original para a "retargetada", nem o trem nem a cabeça do boneco diminuem, ao contrário da "escalada" que diminui tudo na foto. Partes da foto em volta desses pontos "importantes" somem, mas o resto acaba ficando. Uma ferramenta que o algoritmo usa é a marcação de áreas a serem removidas e áreas a serem mantidas. Usei o de manter áreas na segunda foto para evitar que partes da cabeça do Sr. toco fossem reduzidas.

Isso é bem divertido! (valeu a meia hora a menos de sono) Será que vai pegar e as pessoas vão começar a usar? Acho que só quando implementarem integrado ao windows, ou office...

Defined tags for this entry: , , ,

Você olha onde pisa?

01 10 2007

Ficou intrigado? leia mais aqui sobre este passeio na Paulista

Defined tags for this entry: , , , ,


Page delivered in 0.242249 seconds, 89 files included