Twitter - O que você está PENSANDO?

30 06 2008

Antes de mais nada: Por incrivel que pareça (pelo menos é incrível para mim), não vou falar mal do serviço de micro-blogging...

O Twitter é um serviço que já vai completar seus 2 anos, e é parecido com um blog, mas é extremamente focado em mensagens pequenas (quando eu digo pequenas, digo 140 caracteres, essa frase já tem 208 até aqui).

Ele foi criado pensando em bloggers "on the go", ou seja, mandando mensagens por SMS, e recebendo atualizações dos seus amigos pelo mesmo serviço o tempo todo, não importa onde. Meio que um jeito de você se manter em contato com várias pessoas ao mesmo tempo, sem ter que enviar mensagens para cada uma delas. Tanto que o slogan deles é: "O que você está fazendo?"

Uma das melhores críticas que eu li sobre o Twitter até agora dizia algo do tipo "Twitter é chato, por que se você estiver fazendo alguma coisa interessante, não vai lembrar de mandar um tweet, e se você se lembrar de mandar um tweet, é por que você não está fazendo nada interessante". Realmente, a julgar por esta mensagem (NSFW), isso faz sentido.

Twitter shirt (by niallkennedy)

Mas o que me deu a idéia de usá-lo foi que agora tenho internet no Metrô (sim instalaram antenas de celular e meu Claro pega na linha verde), então posso usar o site aqui do Brasil. Eu, que gosto muito de me expressar, vou ver se consigo usar uma ferramenta que pode parecer inútil para evitar de esquecer pensamentos úteis ou engraçados que tenha em momentos inúteis, fazendo com que meu tempo seja menos perdido (notem, eu digo meu tempo, não o dos leitores... isso eu não posso garantir).

Outra coisa que achei bem legal são os usos inteligentes feitos por algumas pessoas, como a engenheira da NASA que começou a falar como se fosse a Mars Phoenix (Bio: "I dig Mars"), e manda atualizações sobre o que a sonda está fazendo, ou os caras que tentaram usar o Twitter para manter informadas as pessoas que estavam no meio dos incêndios em San Diego em outubro 2007 (com a idéia, agora você pode mandar uma mensagem com "track [assunto]" e verá as mensagens de outros usuários que tenham #[assunto] no meio), criando grupos de interesse em tempo real, para assuntos que estão acontecendo naquele exato momento.

Se quiserem, minha página no twitter é essa (Follow Follow) e a feed para assinar é essa daqui (não sei se tem graça, porém). Vou também tentar colocar um gadget aqui na barra lateral com os meus últimos posts.

*Prometo não postar "estou no banheiro"*

 

PS: outra coisa interessante da comunidade do Twitter: Haikus (ou haikais aquelas poesias de 3 estrofes). Divertido.

Defined tags for this entry: , , , ,

Arte do Primeiro Disco da Minha Banda

29 06 2008

 

Nada como aleatoriedade para inventar uma marca...

Esse é um Meme que estou seguindo do My Virtual Insanity (blog da Lissa, irmã da Tati), só que um pouquinho modificado.

As regras são:

1) acesse http://en.wikipedia.org/wiki/Special:Random - o título da primeira página aleatória que aparecer será o nome da sua banda.

2) vá pra http://www.quotationspage.com/random.php3 - as últimas quatro palavras da última frase da página formarão o título do seu disco

3) acesse http://www.flickr.com/commons/ - a terceira foto, não importa qual seja, será a capa do seu disco (essa foi a regra que mudei um pouco para garantir que pego uma foto que possa usar sem infringir copyrights, o endereço da regra original é a página de Explore do Flickr)

Explicações:

Até que gostei do resultado, mas ele não faz muito sentido... Black Conservatism, segundo a wikipedia é um movimento social e político afro-americano baseado em patriotismo, independência, auto-ajuda (não dos livros de auto-ajuda, mais num sentido comunitário) e de livre mercado.

O nome do disco saiu de uma citação "inspiracional" (que coisa feia de se dizer) de Epicurus: "The man least dependent upon the morrow goes to meet the morrow most cheerfully" (morrow pode significar manhã, ou amanhã).

A foto é da coleção do Powerhouse Museum, Sidney, Australia, mostrando o Coro da bela Catedral de St. Andrews. Aliás, faz parte do projeto The Commons do Flickr, para digitalizar fotos de museus do mundo e disponibilizá-las na internet para que usuários possam ajudar a catalogá-las com tags (um daqueles projetos legais que as pessoas não conhecem).

Defined tags for this entry: , ,

you cant touch this

29 06 2008

you cant touch this, originally uploaded by magg!e.

Eu precisava compartilhar isso :-)

Defined tags for this entry: ,

"Varal" de fotos do meu quarto

24 06 2008

Na minha recente viagem a Manaus conheci a Gabi, com quem venho trocando uns e-mails sobre foto desde então. Ela me mandou uma foto de um Varal de Fotos que montou na casa dela, e pediu uma foto do meu. Eu não ia mandar, por que não estou muito feliz com ele ultimamente, mas dei uma fuçada no meu PC e achei o modelo POV que eu tinha usado para vizualizar como ia ficar antes de sair comprando o cabo e chapas. Fiquei tão surpreso com como ficou parecido, que resolvi tirar umas fotos e registrar como eu fiz o meu (incompleto) mural... vai que alguém aproveita as idéias!

Sendo educado, primeiro vou mostrar o varal da Gabi:

 

Agora, lado a lado, o mural hoje e o modelo que eu fiz a 4 anos atrás (para curiosos, o arquivo POV escrito a mão está aqui para renderizarem), para ver tamanhos das chapas. Notem que está faltando uma chapa comprida (clique nas fotos para ver comentários sobre o material):

Mural Modelo POV do Mural


Continuar lendo ""Varal" de fotos do meu quarto"



Page delivered in 0.247526 seconds, 89 files included