Recomendação

18 05 2007
Visto que a categoria Nets-Insanas recebeu um elogio do Vitor, vou postar uma recomendação muito boa que ele me fez: o blog Vale9Conto. Basicamente estagiários que trabalham na região da Berrini, e têm, como eles mesmos dizem, que sobreviver pelo underground alimentício com seus vale-refeições (ou seriam vales-refeição) de 9 reais. Recomendo em particular o post do cozinheiro sumido, e a categoria Valeless - aquela última semana do mês, quando seus vales acabaram.

Defined tags for this entry: , , ,

Guess-the-Google

15 05 2007

Um joguinho bem interessante (e até emocionante) para os geeks de plantão: ele te dá figuras, resultados de uma busca na busca de imagens do Google, e você tem que adivinhar qual palavra foi usada para conseguir aquelas figuras.

Fiz 217 pontos na primeira vez que joguei, acho que acertei 4/10. Devia estar estudando.

Defined tags for this entry: , ,

Paulista Masp

15 05 2007

Paulista Masp, originally uploaded by Pedro Angelini.

Estou devendo mais panografias. Posto (do verbo postar) esta aqui, que recentemente virou minha foto mais interessante do Flickr.

Defined tags for this entry: , , , ,

Fotografia

14 05 2007

Eu amo música. Amo de verdade, não por força de expressão. Artes gráficas são uma coisa que eu gosto. Não me entenda mal, eu gosto muito, mas é diferente, é uma coisa mais racional do que com música. Isto não é melhor ou pior, são dois jeitos diferentes de me fazer feliz, e quanto mais jeitos, melhor, não?

Bom, e o fato de eu gostar mais racionalmente de artes gráficas, me faz tender a gostar mais das obras pensadas do que das obras sentidas. Estive divagando (como eu costumo fazer dirigindo, principalmente à noite sozinho), e cheguei à conclusão que deve ser por isso que gosto tanto de fotografia.

Fotografia é a mais "engenheiristica" das formas de arte. Você pode argumentar que a nova arte digital, que usa computadores e efeitos visuais, é mais técnica do que a velha fotografia, mas eu digo que poucas são as formas de arte que exigem pensamento tão técnico do artista na hora de criar. Um desses poucos exemplos talvez aqueles "plugins de vizualizações" do winamp e similares (aquelas formas bonitas que ficam mudando conforme a música).

Quando se vai tirar uma fotografia, geralmente você tem que pensar em ângulo, zoom, distância focal, lentes, isso sem falar nas famosas abertura e exposição, que tanto assolam nós pobres amadores. Queira ou não, você acaba pensando em sensibilidade de filme, iluminação natural, olhos vermelhos.

Hoje em dia, se alguém se propusesse a divulgar uma forma de arte que obrigasse o artista a pensar em tantos detalhes e entender tão bem o funcionamento do seu "pincel", duvido que isto iria muito para frente. Nem os novos fotógrafos pensam muito nisso. Com as máquinas digitais, tudo fica muito mais tentativa e erro, já que você pode ver na hora se sua foto saiu escura ou queimada, ou fora de foco. É como com um quadro: se você der a pincelada, já sabe se ficou bom ou ruim.

Por um lado isso é bom: populariza, faz com que gente que não tinha o conhecimento ou o saco para pensar nessas coisas passe a fotografar, trazendo para o mundo da foto visões diferentes, de um tipo de gente diferente. Por outro lado, também é bom, pois nada impede de você ainda sair pensando nos parâmetros técnicos de uma foto.

O que? Estava esperando alguma polêmica, ou que eu reclamasse de alguma coisa? Hoje não... tem coisas direitas no mundo.

uncut (by puja)


Obs: screenshot do plugin AVS do Winamp do El-vis (site oficial), chamado Golden. Foto por puja.

Defined tags for this entry: , , , , , ,

Encaracolada Cultural

07 05 2007

Um amigo meu aqui da Poli, mas que é de Sé-Lagoas (oficialmente conhecida como Sete Lagoas MG), comentou comigo um dia que se impressionava como nós Paulistanos nos organizamos fácil em filas. É verdade, paulistano adora enfrentar uma filinha, que ele adora furar também, mas fica puto quando vê alguém furando na sua frente.

Sábado passado fui com a Dê assistir uma Roda de Choro no Autditório do Ibirapuera, e chegamos só meia hora adiantados, o que para um evento gratis parecia ser meio tarde. Quando chegamos, lá estava a esperada fila, mas o engraçado é que, ao contrário das filas comuns de paulistanos, que são em sanfona, esta estava em caracol. Não de dentro pra fora, mas de fora pra dentro, ou seja, se muito mais gente chegasse, ia ter uma hora que alguém ia parar no meio do caracol, sem espaço para entrar na fila.

Eu fiquei achando que quando a fila comessasse a andar, alguns espertinhos fossem aproveitar do fato de estarem lado a lado com pessoas do circulo mais externo e furar a fila, mas aparentemente tudo correu direitinho, parecia até uma quadrilha de festa junina.

Só me toquei depois, ao sair do show, que o logo da cirada também era encaracolado :-)

Defined tags for this entry: , , , , ,

Help-Desk Medieval

07 05 2007

Trabalhar com suporte ao usuário é bem interessante, porque você percebe o quanto seu conhecimento, sua cultura, não são necessariamente universais. É normal você pensar que, por exemplo, depois de escrever uma mensagem, você deve apertar enter para enviá-la, mas isso é óbvio para nós, da geração MSN (eu que sou da época do ICQ ainda dava Alt-S até pouco tempo atrás!).

Esse filminho mostra como seria se existisse help-desk em uma das primeiras grandes migrações de sistemas de informção: pergaminhos para livros

Defined tags for this entry: , ,

Oh nine, Eff Nine

05 05 2007

Alguns dos meus leitores não fazem parte da media "geek" (ou nerd, é só um termo mais bonitinho), então talvez não tenham visto o que aconteceu esse semana. O Digg, um site onde você pode colocar links para artigos que você achar interessantes, após receber uma "cartinha" da AACS LA, representante das grandes gravadoras, removeu diversos links para sites que continham esse pedaço de código:

09 F9 11 02 9D 74 E3 5B D8 41 56 C5 63 56 88 C0

E o que é esse código? É uma chave de criptografia usada na codificação de HD-DVDs, que torna possível copiar os discos. Usar ou divulgar essa chave é ilegal nos EUA, segundo este artigo do MediaShift (que aliás é um ótimo site para quem se interessa em como os meios de comunicação estão evoluindo).

O que os usuários fizeram? Coisas como isto, isto, musiquinhas, um grupo no flickr, ou até uma versão Star Wars do código!

 09 F9 11 02 9D 74 E3 5B D8 41 56 C5 63 56 88 C0 (by pedro.custodio)

Uma verdadeira comoção, que se espalhou além do Digg, e fez com que o site se "rendesse" aos usuários e parasse de deletar o conteúdo ilegal.

A mídia impressa americana também noticiou o "evento", mas aqui no Brasil, até agora só vi alguns posts em blogs.

Muitos "conservadores" argumentam que os usuários e formadores de opinião devem começar a tomar cuidado com esse tipo de manifestação (reparem que o artigo do MediaShift não inclui o código), e talvez até se auto-censurarem: algo como não filmar o cara que invade o campo pelado para ele não ter a publicidade do fiofó grátis.

Outros argumentam que a indústria de mídia é decadente, e que se apega desesperadamente em legislações antiquadas para tentar salvar seu patrimônio intelectual. Por isto, segundo eles, esse tipo de manifestação se tornará cada vez mais comum, até que as leis de propriedade intelectual (nesse caso, no sentido de Copyright) sejam mudadas e permitam cópia entre usuários de uma rede.

Minha opinião está mais com o segundo grupo, mas com alguns poréns. O primeiro é que eu não acho que a indústria fonográfica e de mídia "convencional" vá para o buraco por causa da Internet. Ao mesmo tempo que a Sony inventa um novo sistema de proteção de músicas para seus mp3 players, ela deve ter pelo menos um belo time de advogados, um de marqueteiros e um de engenheiros quebrando a cabeça para descobrir como faturar alto nesse novo mundo. E não se enganem: eles vão descobrir, e muito provavelmente antes dos outros, pois têm recursos.

Outra coisa é que as leis devem mudar sim. A situação, como está é bastante insustentável. Não é possível manter um sistema onde qualquer juiz ou legislador tem, se não dentro de casa, na casa do irmão, primo ou vizinho, um contraventor. A Lei Seca americana é um exemplo disso.

Mas enquanto esse futuro não chega, eu continuo baixando músicas na Internet (sim, você não), e também comprando CDs nas lojas. Me parecem duas coisas bastante civilizadas de se fazer.

Defined tags for this entry: , , , , ,

Listas de coisas agradáveis

04 05 2007
Coisas que eu preciso começar a fazer para aproveitar o fato de estar trabalhando na Paulista:
  • Comida, almoços variados (durante as férias)
  • Livrarias depois do expediente (Cultura, fnac, sebos)
  • Cinema depois do expediente (Bombril, Bristol, Cinesesc)
  • Alugar Filmes antigos na 2001
  • Cafés, de manhã, depois do almoço, depois do expediente
  • Subir nos prédios para fotografar

Coisas que eu gostaria de aprender sobre (para ver livros, ou quando tiver um tempo na Internet):
  • islam/história do oriente médio medieval
  • mitologia grega
  • mitologia nórdica
  • mais receitas culinárias

De volta

02 05 2007
Que belo feriado de 4 dias! Passei quase o tempo todo com a Dê, então vou postar o que fiz no deep, mas já posso adiantar que passei os dias sem internet. Agora de volta (atrasado para ir para a aula), vou dar uma lida rápida nos e-mails para ver se não tem nenhum incêndio para apagar. São 16 e-mails da ISA-Poli, e mais 10 para ler no e-mail particular, sem contar as 100+ notícias no google reader (isso por que ele só mostra até esse número, estou chutando que deve ter umas 300).

Ok, ao trabalho!

Obs: hoje à noite tem algumas, e mais pra frente na semana vou colocar todas as fotos do alto de um prédio na Paulista.

Defined tags for this entry: , , ,

Take me to the Kittens!

29 04 2007

O Flickr implementou, não faz muito tempo, uma interface para moderar o conteúdo do site, separando fotos, perfis e grupos que possam conter material "sensível para pessoas sensíveis", ou seja, sangrento, nojento, semi ou completamente pornográfico, etc. Achei uma boa o jeito que eles implementaram isso, mas não estou aqui postando para entrar na discussão de se esse tipo de controle é bom ou ruim.

O que eu achei muito engraçado é que, vendo esta foto de uma moça de biquini (foto muito bonita, e moça também), fui levado ao grupo A Garden For Venus, um grupo para fotos artísticas de "beautiful women from around the world", que, por permitir fotos de nudez, tem avisos de conteúdo explicito:

Adivinha para onde te leva o botão?




Page delivered in 0.309382 seconds, 89 files included