Retrospectiva 2008

27 12 2008

Ano passado não fiz retrospectiva: o final de 2007 foi muito agitado, com o final da faculdade, e a Viagem à Chapada Diamantina. É uma pena, por que reler retrospectivas é bem legal (estou relendo a de 2006).

Bom, 2008 foi um ano meio incremental… isto quer dizer que não fiz nada radicalmente novo, mas refiz várias coisas, de maneira melhor ou mais intensa.

  • Comecei o ano longe de São Paulo, doente depois de ter comido uma pizza com Bacon
  • Rodei uns 2.500 km em alguns dias para voltar para São Paulo
  • Passei de novo pelo Rio, e ainda não conheci a cidade direito
  • Comecei a trabalhar com carteira assinada pela primeira vez
  • Tirei muitas fotos, escrevi bastante sobre elas
  • Fotografei o centro de São Paulo à noite com amigos na Virada Cultural
  • Comi bastante comida Japonesa
  • Senti um terremoto (isso foi legal, quero de novo!)
  • Viajei a trabalho para Manaus, e passei alguns dias como turista
  • Conheci duas pessoas com quem a única conexão foi estar na mesma cidade sozinhos no mesmo momento
  • Comecei a usar o Twitter (eu que achava esse negócio uma boabagem, e agora sou viciado)
  • Visitei exposição de fotos
  • Cozinhei bastante, na maioria das vezes junto com a Dê
  • Fiz rapel e rafting em Brotas
  • Organizei mais um Safari pelo centro de São Paulo (mais ousado que o anterior)
  • Comprei lentes macro de presente (pensando agora, acho que é o presente mais caro que já dei para alguém, e estou muito feliz com isso)
  • Fui em um show da Dave Matthews Band e vi que eles são tudo isso que se fala (ou seja, vale a pena mudar planos de viagem para ver um show deles quando eu for para os EUA)
  • Acabei um curso de língua
  • Viajei a Buenos Aires a passeio em um feriado por lá
  • Meu chefe pediu demissão
  • Comprei um computador de marca
  • Trabalhei demais, tomei muito pouca cerveja com meus amigos
  • Fiz Chocolate com Bacon junto com o Thiago – e ficou muito bom!

Happy new year 2008-1 (by Matthew Fang)

Algumas coisas terão que mudar no ano que vem, e vou começar desde cedo em 2009 a trabalhá-las.

  • Preciso ver mais meus amigos, e fazer laços mais profundos com o pessoal do trabalho
  • Tomar mais cerveja (diretamente relacionado com o acima)
  • Fotografar mais, mas principalmente, colocar as fotos mais rápido na internet
  • Viajar mais, fazendo viagens mais econômicas para fazê-las mais vezes
  • Comer mais salmão (ok, eu comi um monte de salmão esse ano, mas peixe deixa você inteligente)
  • No trabalho, focar mais na minha carreira
  • Voltar a estudar

Bom, aproveitando a deixa então, Feliz Ano Novo para todos os leitores, e um ótimo 2009!

foto por Matthew Fang

Defined tags for this entry: , , , , , ,

Futuro novo brinquedo: um PC de mesa!

13 12 2008

Um PC de mesa??? Todo mundo me pergunta por que não um notebook. Bom, principal resposta: por que eu não teria uso para um notebook. Já tenho o do trabalho e já é chato levá-lo nas costas: o note pesa uns 3,5 kg, é o N8620, o note com mais autonomia da Itautec, e portanto com a bateria mais pesada.

É um note legal, mas acho a resolução da tela (de 15'' wide) dele pequena para editar fotos, que é a minha atividade que mais requer do micro hoje em dia. A placa de vídeo integrada dele é bem legal, permite usar o monitor do note mais um monitor externo com uma resolução razoável (aqui em casa cheguei nos 1280 x 1024 do meu monitor LG velhão). Mas mesmo assim, é pagar por mobilidade restrita por causa do peso, pra ficar com ele na mesa. Eu poderia partir para um N8320, que é de 12'' wide, muito bonito e leve, mas aí o preço sobe...

 
Não, este não é o PC que estou comprando

Então optei por jogar no seguro: como da última vez que troquei meu pc (a 6 anos atrás), hoje comprei um micro com um processador legal, e uma quantidade "absurda" de RAM. Essas duas características fizeram meu micro atual durar tanto tempo (sou micreiro... minha raça normalmente troca de PC a cada ano), rodando os aplicativos novos, e sem eu ficar preso no sistema operacional que comprei junto com ele. Na época a bola da vez era o Windows XP SP1, que rodava em máquinas com 128 MB de RAM... eu comprei uma com 1GB. Hoje o Vista recomenda 1GB de RAM e estou comprando com 4GB: até que estou sendo comportado.

novo pc 
Ok, não é tão legal quanto o de cima, mas tá valendo, né?

Obviamente, estou comprando um micro Itautec. É meu primeiro PC de marca. Pontos negativos: não vou poder abrir e fuçar por 1 ano, também não vou poder colocar aquela placa de vídeo para fazer o meu dual-head por 1 ano. Pontos positivos: durante este 1 ano, tenho garantia; comprei um com um gabinete pequeninho; a fonte não é "fonte de micreiro", então não deveria pifar nos primeiros 3 meses como as que compramos na Sta Ifigênia; toda a configuração foi testada; o micro passou por um run-in (ficou rodando um teste por algumas horas) antes de ser embalado; o Windows é original; eu sei que os impostos foram pagos; etc.
Só para deixar registrado, o que eu comprei foi este aqui:

Infoway Slim - IN659

Processador Intel® Core™2 Duo E4700
Windows Vista® Home Basic
4GB de memória
HD 250GB
DVD-RW

foto por coreygo

Defined tags for this entry: , , , ,

Computador do Minority Report A venda

16 11 2008

Por uma empresa chamada oblong. Aparentemente um dos fundadores da empresa é o consultor do Spielberg no filme estrelado pelo Tom Cruise. E agora eles contruiram o sistema propriamente dito.


g-speak overview from john underkoffler on Vimeo.

Uma das coisas interessantes que ele tem "A software development kit that runs on both Linux and Mac OS X", ou seja, não PC...

Eu vejo este tipo de aplicação sendo usada, por enquanto, em salas de controle para sistemas críticos. Se bem que se você tem um sistema crítico para controlar, dificilmente vai apostar na última (e não-tão-bem-testada) tecnologia... Outras aplicações são visualização de dados/data mining, visualização médica, exploração de recursos naturais, design, etc.

Com as tecnologias de tela e de rastreamento 3D ficando cada vez mais baratas, não acho que demorem muitos anos ainda para começarmos a ver estes dispositivos em faculdades (na Poli já existe faz tempo a Caverna Digital) e em grandes feiras, tipo a Feira do Automóvel.

Defined tags for this entry: , , , , ,

Batch Posting

29 10 2008

Fazer trabalhos em batelada é interessante por que você consegue otimizar, e cortar "overhead". Não exatamente por isso (na verdade mais por que estou acumulando), vou pegar alguns assuntos que estou querendo postar a um tempo, e fazer um post só:

Gadgets de fotografia

Com essa crise toda (já já falo dela), não ando nem um pouco afim de gastar dinheiro, mas o consumista recatado em mim anda pensando em alguns gadgets para fotografia:

  • GPS logger - um aparelhinho que vai marcando por onde você andou em um intervalo de tempo predefinido, depois, em casa, você pode sincronizar suas fotos com ele e elas ficam automagicamente geotaged. Hoje estou de olho no Amod GPS Photo Data Logger.

  • Lentes usadas - eu já andei procurando lentes usadas na 7 de abril quando estava procurando o presente da Dê, e não achei o que queria. Mas depois de ler esse post do Photojojo, percebi como eu estava focando mal: o negócio das lentes usadas é procurar lentes Prime sem autofoco... dessa forma você paga pouco (são lentes antigas) e compra ótimo material (para esse tipo de lente, o que interessa é a óptica). Claro que você tem que tomar cuidados, mas acho que vale um passeio no centro de novo (quando a dor no bolso passar).
  • Flash Externo - ainda nem assinei o feed do Strobist, que um blog sobre iluminação "off-camera", mas o assunto me interessa, e eu queria experimentar. Bom acho que esse vai ter que esperar.

Relacionados a trabalho

Na Itautec ando trabalhando com uma das minhas responsabilidades mais interessantes que é pesquisar novos fornecedores. É uma tarefa interessante por que me obriga a ficar atento a novas tecnologias, e entender desse ramo que está sempre mudando. Dois assuntos que me chamaram atenção ultimamente são:

  • Carteira Digital - na minha opinião, uma idéia muito melhor do que o ULA (Um Laptop por Aluno), que tevem uma licitação mal sucedida no final do ano passado, esse sistema é uma mesa de sala de aula, com um micro inserido na própria mesa. Além de ser potencialmente mais barato que um conjunto Carteira Normal + Laptop Tosco, por que não teria bateria, rede sem fio, pode usar componentes maiores (de desktop, em vez de note), é mais fácil de deixar robusto, etc, tem a grande vantagem técnica/comercial de não ser facilmente tirado da sala de aula e não ter valor de venda no caso de roubo, e a vantagem pedagógica de não ser um obstáculo entre o aluno e o professor. Uma ótima idéia que até agora parece estar sendo levada a sério.

  

  • Displays de LCDs - Esta apresentação da 3M explica em um nível de detalhe interessante o funcionamento e características dos painéis que são a realidade dos displays de hoje
  • Touch Panels - Não tenho links para estes, e a tecnologia não é nova, mas está definitivamente se tornando um hype, principalmente os com multi-touch. Em breve na sua casa!

Aleatórios

  • Photosynth - Aquel serviço experimental muito legal da Microsoft agora permite que usuários montem seus próprios "Synths". Estou louco para testar.
  • Inserir livros em posts - interessante, pode ser útil

stats flickr

  • Fotos no Flickr - inseri as fotos do último Safari no Flickr, e agora ando mais ativo, promovendo mais minhas fotos. O legal é que a promoção funciona! Agora preciso começar a comentar mais nas fotos dos outros :-)
  • Crise Econômica - A crise anda causando alguns problemas no trabalho, e dificultando meus planos de viagem. Anda também sendo um bom motivo para muitas leituras (ando "shareando" várias delas no Google Reader)

fotos por funadium, exfordy

Defined tags for this entry: , , , , , , , , , , ,

4 down, 258 to go

12 09 2008

A partir de hoje, oficialmente, eu falo Italiano. É que hoje foi a última aula... eu já fiz mais de 3 anos (nossa, como passa rápido), e agora o livro acabou. Claro que você nunca "acaba" de estudar uma língua, mas estou bastante feliz com o nível que cheguei. Estou lendo um livro do Uberto Ecco em italiano, entendo o que se fala na RAI (não que valha muita coisa) e acho que me viraria bem sem inglês na Itália. É tudo que se pode querer, não?

Não estou nem perto de alguns amigos (destaque para o Bernard, que outro dia me ligou perguntando se eu tinha um dicionário de Italiano/Poruguês para ele combinar com o de Polonês/Italiano que ele tinha e formar um de Polonês/Português), mas chego lá.

Agora estou (re)aprendendo espanhol, que eu confundo muito com português e italiano, mas está começando a fazer sentido na minha mente confusa... teoricamente acabo em mais 2 anos e meio, mas vou tentar dar uma apressada fazendo uns intensivos no meio do caminho. As próximas? Quem sabe Chinês, se eu continuar no ramo que estou trabalhando... outra língua que eu quero aprender é alemão... mais pra frente japonês... mas por que parar por aí?

Ah, e de onde eu tirei as 262 línguas? Na verdade é o número de línguas que têm uma Wikipédia. Podem não ser todas as que existem, mas acho que é o suficiente.

foto por lukemontague, e desenho tirado da Wikipédia (áreas do cérebro relacionada à linguagem)

Defined tags for this entry:

LHC, ou O Rap do Fim do Mundo

07 09 2008

Para quem não sabe, o LHC ou Large Hadron Collider é O Acelerador de Partículas mais legal do universo conhecido. A mais ou menos um mês eu li em algum lugar que os engenheiros tinham acabado de construí-lo e ele ia ser ligado. Quarta-feira que vem eles acabam o procedimento.

Mas por que o Rap do Fim do Mundo? Bom, o Rap está aqui:

O Fim do Mundo deve vir depois, lá para novembro quando eles estiverem "doing some serious colisions". Alguns medrosos alarmistas estão dizendo que colidir prótons do jeito que os cientistas estão querendo colidir, ou seja cada colisão liberando tanta energia quanto dois caminhões de 3.200 kg viajando a 1.700 km/h batendo de frente (e são várias batidas por segundo), pode causar um buraco negro, o que não é bom. A boa notícia é que não perceberíamos.

Para umas fotos bem legais (mas copyrighted), vejam esta página do Boston.com.

foto por Jody Art

Defined tags for this entry: , , , , ,

Você quis dizer o quê?!

31 08 2008

Trabalhar com compra na área de eletrônicos te faz ter contato com empresas de muitos lugares do mundo, principalmente da China. Eu gosto bastante desses contatos e negociações, mas uma coisa que eu não gosto é ter que lidar com endereços na China.

Tente procurar um endereço chinês no Google Maps e você vai entender o que eu quero dizer...

Defined tags for this entry: , , ,

Ilford Delta 3200 - um filme rápido

17 08 2008

 

A algumas semanas eu me diverti tirando fotos noturnas em São Paulo em um Safari fotográfico, só com a minha câmera com filme. Usei dois rolos de Fuji ISO 800, e um rolo de Ilford Delta 3200, 36 poses, que encontrei na Consigo (uma das melhores lojas do centro para material fotográfico) por R$ 23,90

Antes de sair para fotografar, dei uma pesquisada, e encontrei algumas pessoas falando mal do filme, mas em seguida descobri por que: por ser tão sensível (ISO 3200 precisa de 4x menos luz do que o ISO 800 para a mesma exposição), ele precisa ser usado logo, e revelado logo, caso contrário cria um certo aspecto "leitoso". Fique até meio tentado a dar uma "puxada", ou seja, bater as fotos como se ele fosse mais sensível, e avisar o laboratório de revelação para revelar por mais tempo (li uma review de um cara que puxava até ISO 12500!), mas resolvi usar nos 3200 mesmo.

Safari P&B

O resultado? Bom, é muito legal poder tirar fotos em plena noite, só com a luz de algumas lâmpadas de rua e não precisar de um tripé. Você consegue tranqüilo usar velocidades de 1/30 ou 1/60 segundos e assim não ter fotos tremidas, mesmo em situações onde as digitais estão pedindo flash ou enchendo sua foto de pontinhos coloridos (ruido de ISO alta). Achei que o grão do filme ia ser grande, mas depois de revelado, percebi que não é tanto, principalmente comparado a um Tri-X meio sub-exposto e processado no computador (como umas fotos de Paranapiacaba que tirei faz tempo num dia nublado). De um modo geral, para mim que adoro preto e branco, o Ilford Delta 3200 está na lista de compras quando eu for tirar fotos em condições de luz difíceis. O único problema é conseguir algum lugar para revelar barato...

Safari P&B Safari P&B Safari P&B

Defined tags for this entry: , , , , ,

Lentes e Falta delas

07 08 2008

Nossa, que vergonha, passei o mês de Julho inteiro sem postar. Mas pelo menos tenho bons motivos... dessa vez, além de muito trabalho, cansaço e o fato do meu PC de casa estar uma carroça (o que me dá preguiça de ligá-lo de noite), estive fazendo algumas coisas interessantes nos finais de semana.

Line-up of Lenses (by canonsnapper)

Tivemos o Safari Fotográfico, e preciso escrever um post aqui sobre o filme que usei, o Ilford Delta ISO 3200 P&B. Adorei os resultados, e principalmente a granulação. Dêem uma olhada na minha tag do flickr para este filme. Pena que é tão caro para revelar...

Outra coisa que fizemos de legal foi a viagem para Brotas no fim de semana passado, e, se tratando de uma viagem organizada pela Dê, o post ficou no deep.

Mas o que quero escrever hoje é sobre o presente de aniversário que vou dar atrasado para a Dê: Lentes Macro!

Depois de pensar e pesquisar um pouco, acabei escolhendo a Sigma 50mm f/2.8 Macro por alguns motivos. Para quem não é fotófilo como eu, o 50mm (distância focal) significa mais ou menos que a 1m de distância, com uma câmera digital (sensor APS-C), você tira um retrato e enche bem a foto. Se quiser tirar uma foto de corpo inteiro, vai ter que ir para mais longe. O f/2.8 (abertura máxima) significa que a lente tem uma abertura máxima maior que as minhas lentes que vieram com as máquinas, o que permite tirar fotos com menos luz. Macro, significa que você consegue focalizar coisas que estão muito perto, e no caso desta lente, ela consegue projetar no sensor com proporção 1:1 (o tamanho do objeto igual a imagem no sensor).

Os motivos que me fizeram escolher essas lentes foram: primeiro, o preço. Lentes Macro são muito caras, uma Canon EF 100mm f2.8 Macro custa quase o mesmo que paguei na câmera com lente, e está bem longe de ser das mais caras. Segundo, eu estava querendo comprar uma lente 50mm, por que muitos fotógrafos sugerem esta como segunda lente de quem está começando, pois não sendo zoom (sendo "prime"), você pratica se movimentar mais e chegar mais perto do seu tema. O motivo de ter escolhido a lente Macro, é por que a Dê adora fotos desse tipo. Pelas fotos abaixo dá para entender por que...

Lady Bug-1 (by Property#1) Rainy day (by *- mika -*) Apricot Flower / Macro (by Lyncis) IMG_350D_9082 (by dincordero)

Uma coisa legal de escolher lentes para se comprar é que existe muito material na internet para se aprender, muita gente disposta a ajudar, e você consegue fazer a compra seguro do que você quer. Inicialmente, eu estava pensando em uma Sigma 70-300mm f/4-5.6 Macro, que é mais versátil e quase o mesmo preço, mas li algumas reviews e perguntei a algumas pessoas, e todos me informaram que o botão "macro" dela era bastante quebra-galho... aí acabei ficando com a 50mm.

Ausência de Lente

Enquanto as lentes novas não chegam, esse próximo final de semana vou tentar montar uma Pinhole de Caixa de Fósforos. Pinholes são o tipo mais simples de câmera possível, que não usa lentes, só um buraquinho para deixar a luz entrar. Quando tiver resultados posto aqui, por enquanto vejam o que elas podem fazer:

de regreso (by sebarubgo) Monster Attack! (by alspix) a fox fall asleep (by 油姬)  (by ricardomfn)

fotos: lentes por canonsnapper; macro por Property#1, *- mika -*, Lyncis e dincordero; pinhole por sebarubgo, alspix, 油姬 e ricardomfn

Defined tags for this entry: , , , ,

Twitter - O que você está PENSANDO?

30 06 2008

Antes de mais nada: Por incrivel que pareça (pelo menos é incrível para mim), não vou falar mal do serviço de micro-blogging...

O Twitter é um serviço que já vai completar seus 2 anos, e é parecido com um blog, mas é extremamente focado em mensagens pequenas (quando eu digo pequenas, digo 140 caracteres, essa frase já tem 208 até aqui).

Ele foi criado pensando em bloggers "on the go", ou seja, mandando mensagens por SMS, e recebendo atualizações dos seus amigos pelo mesmo serviço o tempo todo, não importa onde. Meio que um jeito de você se manter em contato com várias pessoas ao mesmo tempo, sem ter que enviar mensagens para cada uma delas. Tanto que o slogan deles é: "O que você está fazendo?"

Uma das melhores críticas que eu li sobre o Twitter até agora dizia algo do tipo "Twitter é chato, por que se você estiver fazendo alguma coisa interessante, não vai lembrar de mandar um tweet, e se você se lembrar de mandar um tweet, é por que você não está fazendo nada interessante". Realmente, a julgar por esta mensagem (NSFW), isso faz sentido.

Twitter shirt (by niallkennedy)

Mas o que me deu a idéia de usá-lo foi que agora tenho internet no Metrô (sim instalaram antenas de celular e meu Claro pega na linha verde), então posso usar o site aqui do Brasil. Eu, que gosto muito de me expressar, vou ver se consigo usar uma ferramenta que pode parecer inútil para evitar de esquecer pensamentos úteis ou engraçados que tenha em momentos inúteis, fazendo com que meu tempo seja menos perdido (notem, eu digo meu tempo, não o dos leitores... isso eu não posso garantir).

Outra coisa que achei bem legal são os usos inteligentes feitos por algumas pessoas, como a engenheira da NASA que começou a falar como se fosse a Mars Phoenix (Bio: "I dig Mars"), e manda atualizações sobre o que a sonda está fazendo, ou os caras que tentaram usar o Twitter para manter informadas as pessoas que estavam no meio dos incêndios em San Diego em outubro 2007 (com a idéia, agora você pode mandar uma mensagem com "track [assunto]" e verá as mensagens de outros usuários que tenham #[assunto] no meio), criando grupos de interesse em tempo real, para assuntos que estão acontecendo naquele exato momento.

Se quiserem, minha página no twitter é essa (Follow Follow) e a feed para assinar é essa daqui (não sei se tem graça, porém). Vou também tentar colocar um gadget aqui na barra lateral com os meus últimos posts.

*Prometo não postar "estou no banheiro"*

 

PS: outra coisa interessante da comunidade do Twitter: Haikus (ou haikais aquelas poesias de 3 estrofes). Divertido.

Defined tags for this entry: , , , ,


Page delivered in 0.378424 seconds, 89 files included