Notebooks - Motivos Para NÃO Comprar

05 04 2008

Ano passado eu ouvia lá na Itautec: 2008 é o ano do Notebook, e aparentemente é mesmo. É quase incrível o número de modelos e a quantidade que os fabricantes estão vendendo. Isto está acontencendo por diversos fatores.

Um dos motivos, é que com o mesmo dinheiro que se compra um bom computador de mesa, se compra um notebook razoável. E as pessoas não precisam de bons computadores. A maioria dos brasileiros não usam mais do que uma planilha do Excel mais power de vez em quando, ou um filme com uma resolução um pouco mais alta. Pra isso um Lerderon Celeron resolve, não precisa ser nem Dual Core.

One Of These Buttons Will Get Me Out Of Here

Mas o principal motivo, na minha opinião, e que o consumista consumidor não vê, é que ele está sendo levado a comprar notebooks. De repente, trocentas promoções aparecem, e você vê seu vizinho ou seu primo com um note novo, e descobre que ele pagou R$ 1.299! Claro que você não vai ser o último do bairro a ter um note em casa...

As empresas (grandes e pequenas) tem muito a ganhar atualizando o parque de computadores brasileiro com notebooks. É muito difícil montar um notebook no mercado "gray" (aquele que não é nem totalmente certinho, nem totalmente ilegal, e que é difícil saber se está pagando todos os impostos), pois você tem que comprar ele quase inteiro do mesmo fabricante, que em geral é bem grande e não quer vender picadinho para um box da Santa Ifigênia.

Algumas pessoas, iludidas pelo seu próprio consumismo, usam desculpas para se convencerem de que "precisam" de um brinquedinho novo. Pense bem, você quer um notebook...

  • ... por causa da mobilidade
    A maioria das pessoas só quer usar o computador em casa e no trabalho. Admita, você não vai querer levar seu note para praia. Na verdade, se você mora em uma grande cidade brasileira, você provavelmente tem medo de sair de casa com um note na mochila
  • ... para ter menos fios na mesa
    Claro, só mouse, cabo de rede, fonte, caixas de som, monitor externo... e todos EM CIMA da mesa, nenhum atrás dela
  • ... pelo WiFi
    As pessoas só usam na própria casa para não ter que passar cabos (ok, esse até que é razoavel), ou para roubar internet alheia (esse não), ou ser ter seus dados roubados pelo pentelho do prédio ao lado(esse pior ainda)

No, this is not

Existem outras situações nas quais um notebook não resolve. Antes de sacar o cartão de crédito, pense se:

  • Você mexe no CAD? faz modelagem 3D?
  • Você é um Gamer? Gosta de jogos com gráficos animais e jogabilidade perfeita?
  • Você é meio cego e precisa de uma tela grande?
  • Você nunca sai de casa?
  • Você tem dedos grandes e não consegue digitar em teclados pequenos?
  • Você (como eu) quer fazer edição de fotos, e precisa de um monitor que reproduza bem as cores?
  • Você vai ter que compartilhar o computador, e precisará de bastante espaço no HD?
  • Você deixa seu celular cair pelo menos uma vez por semana e já quebrou vários? (equivalente a: Você joga arremessa sua mochila em cima da cama quando chega em casa?)

Se respondeu sim para alguma dessas perguntas, é provável que você se decepcione com o seu futuro novo notebook.

Conclusão

Então eu estou dizendo que você não deveria estar atrás de um note, pois assim estará sendo influenciado pelas grandes e malígnas corporações? Au contraire, my friend! Os motivos pelos quais as empresas preferem que você compre um note são bons para você também (menos mercado gray = mais arrecadação = mais empregos = mais PIB).

Além disso notebooks têm diversas vantagens sobre desktops, isso é indiscutível, e os preços estão bons mesmo. Daqui para o final do ano, o mercado vai ser inundado de ofertas e bons negócios (há quem diga que o notebook é o próximo radinho FM). O que eu acho é que, antes de comprar, você tem que pensar qual é a sua real necessidade.

Outro dia vou escrever sobre uma dobradinha que venho pensando em usar, e que, acho, ano que vem estará começando a fazer bastante sucesso: Desktop Fodão em Casa + Sub-Notebook

fotos: One Of These Buttons Will Get Me Out Of Here por Cayusa e No, this is not por Lady Pain

Defined tags for this entry: , ,

Quick note

28 03 2008

Trabalho anda absorvendo um pouquinho minha atenção ultimamente. Só um pouquinho... saindo 20h30 da noite, indo dormir e acordando no dia seguinte já semissonhando/pensando no trabalho do dia seguinte. Mas isso quer dizer que as coisas estão indo bem. Vários projetos interessantes e desafiantes.

Tenho alguns temas de posts na fila, esperando um pouco de tempo para escrevê-los, entre eles um que também envolve o trabalho: Notebooks e sub-notebooks. Tenho também algumas fotos para retocar e colocar no Flickr. Tenho também meu novo PC para comprar (e explicar por aqui por que não estou comprando um notebook, nem um sub-notebook).

Em suma, tenho que conseguir um pouco de tempo para cuidar de coisas particulares.

Ah, e amanhã tem colação de grau. Quase que eu me esqueço de novo.

E só para não fazer um post sem nada de interessante ao possível leitor, aqui vai uma cena de terror para quem depende de transportes marítimos para seu trabalho:

Defined tags for this entry: , , , , ,

Be-cá-pe

17 03 2008

Back Up Stuff!O Compilação anda meio parado, não? Parte do motivo deste hiato é que a mais ou menos exatamente sete dias, todos os computadores da empresa do meu pai foram roubados, e eu sou o help-desk de lá. Todos os dados deles que não estavam em e-mails foram junto com o servidor, que tinha uma redundância de HDs para evitar perdas de dados (ingenuidade nossa, de achar que o únic risco era HD falhando).

O fato é que passei parte da semana (que já não foi tranqüila no trabalho) instalando máquinas à noite, ou se não pesquisando soluções para que isso não aconteça de novo (não o roubo, a perda de dados). Neste segundo tópico, eu tinha cogitado algumas alternativas. Para dar uma idéia melhor, estamos falando de mais ou menos 40GB de dados importantes (daqui a algum tempo, agora eles tem quase nada), todos centralizados em um servidor. As alternativas são:

  • Montar um servidor fora da empresa, para backup dos dados - algo como uma máquina velha 100% do tempo ligada, rodando um Linux enxuto com um servidor FTP ligado
  • Comprar um HD externo que seria retirado da empresa no fim de cada dia por um dos sócios
  • Usar (contratar) um serviço online de Storage.

Por eliminação , ficamos com a última, pois a primeira requer muita manutenção e o up-time (ou falta dele) do servidor pode ser um problema. A segunda não funcionaria bem num lugar onde as pessoas tem horários flexíveis e às vezes trabalham de casa.

Portanto, fui Googlear algumas alternativas de Armazenamento Online. Eis o que chamou minha atenção, em serviços grátis:

  • Locaweb - 20 MB grátis, até 10GB num preço razoavel - transferência mensal igual a 50x o espaço de armazemanento. Diferencial: WebDAV, que permitiria que as pessoas do escritório usassem elas mesmas os arquivos guardados em caso de necessidade (sem precisar explicar como acessar a interface web); outro diferencial: é a Locaweb, que vem nos atendendo muito bem a muito tempo no plano de hosting.
  • VMN Storage - 1GB de espaço grátis, não fala a transferência. Tem tudo o que eu precisaria (incluindo programa de Backup), tirando espaço o suficiente. Daria para levar por um tempo, mas existem os dois abaixo:
  • MediaMax - 25GB de espaço grátis com gerenciador de backups. Problema 1: só 1GB de download mensal. Se algo acontecer, tenho duas opções: racionar a recuperação de dados (e demorar 25 meses para reaver tudo!) ou pagar por um plano maior que tenha mais download (US$ 9,95 por o de 25GB de download mensal). Problema 2: na versão grátis, o maior arquivo que se pode mandar é de 10MB
  • ADrive - 50GB de espaço grátis (Yei!). Problemão: o único jeito de fazer upload é via web (java = lento), e ele não tem deixa você mandar mais de 1000 arquivos por vez... isso mata qualquer um que tenha que fazer upload de qualquer 100 MB de arquivinhos de 5 kB. O pessoal do ADrive promete para breve um programa desktop para resolver isso.

Scrubbing the platters

Provavelmente vou ficar com o MediaMax, mas não poderei usar o serviço grátis... vou ter que pagar US$ 44,95 / ano, o que não é nenhum absurdo perto do prospecto de perder tudo de novo.

Agora estou pensando se pago o mesmo serviço para os meus dados aqui do PC de casa. Eles estão totalmente desprotegidos, e andei lendo alguns artigos engraçados e perturbadores da Ontrack, que todo ano solta os 10 mais estranhos trabalhos de recuperação de dados que eles resolveram (links para o de 2004, 2005 e 2006).

Defined tags for this entry: , , ,

Brincando e Aprendendo

23 02 2008

Como deve ter sido possivel perceber, ando lendo bastante sobre fotos, e ando bastante contente com o que estou aprendendo. Outro dia, no sítio, levei a companheira de viagens de plástico, e metal e vidro (e a de carne e osso também), e brinquei com algumas coisinhas novas.

Mis-focused attempt



Continuar lendo "Brincando e Aprendendo"


Cookie Count

16 02 2008

Esta semana tive de por em prática uma tradição que venho montando desde que entrei na Itautec, a de "Eu Mereço Um Cookie". Funciona assim: quando o dia é bem ruim, ou muito cheio, e estressante, corrido ou simplesmente insuportável, para não levar toda aquela carga emocional negativa e deixar os problemas para o dia seguinte enquanto eu vou para casa, para poder descansar e voltar 100% para o próximo dia de batalha, eu passo no McDonalds que fica no caminho para o metrô, e compro um Cookie.

stormtrooper

Isto criou um bom jeito de medir meu grau de stress durante as semanas. Esta última foi particularmente desafiante, com um Cookie Count de 2/5 (dois cookies em 5 dias). O normal seria 0/5, e uma ótima semana, como a semana passada teve 0/3 por causa do carnaval!

Bom, tenho que ficar feliz por não estar ainda tendo x/6 ou x/7, ou até x/y com x>y.... isso sim significaria que a semana foi muito ruim.


Windows Live Flickr

06 02 2008

O anúncio da oferta da Microsoft pelo controle do Yahoo! está gerando um monte de bafafá pela web, e alguma preocupação, principalmente por parte dos usuários dos serviços do Yahoo!.

Microhoo-logo

Eu era usuário do serviço de e-mail deles e do serviço de mapas, às vezes das buscas, e já até usei aquela página inicial toda carregada que eles chamam de portal (que aliás, o iGoogle tenta imitar, como se fosse novidade). Nestes serviços, na minha opinião, o Google ganha, mas são os serviços mais "independentes" do Yahoo! que são realmente legais. No meu caso, o del.icio.us e (claro) o Flickr. Tenho lido alguns artigos muito bons, como o What will stay and what will go do Techcrunch, ou o What About the People? no Mediashift. Mas o mais legal mesmo é entrar nos recem-criados grupos do Flickr que protestam contra a fusão, e ficar escolhendo imagens para colocar no post. : )

Blue-Pink Screen of Death (by michaeluyttersp) Failed to open page (by xian) 

PS: eu estou um pouco preocupado também, mas no fundo acho que vai ser uma coisa boa. A Microsoft já não é mais aquele ogro destruidor de bons projetos, e só tem a lucrar com os serviços do Yahoo! que estão indo bem. O que eu espero ver é mais integração dos meus sites favoritos com o meu desktop, assim como já estou fazendo aqui, postando usando o Windows Live Writer (recomendado 5 estrelas, por sinal), e pegando fotos do Flickr sem ter que abrir meu browser. O que eu NÃO espero ver é a Microsoft despejando usuários miguxos do Windows Live Spaces no Flickr... aí o negócio vai ficar pessoal.

the future of flickr (by sebestyenistvan) The Microsoft Yahoo Deal (by Frunny) distasteful (by loopymonkey)

PS do PS: Ah! se colocarem o Photsynth no Flickr (e não levarem para o lado pessoal como citei acima) eu mudo de serviço de e-mail.


Gotas e Granulados

02 02 2008

Final de semana passado a Dê e eu fomos ao sítio, dar uma fugida da cidade e dar uma descansada. Levamos a câmera e, um pouco por falta de coisa melhor a fazer, um pouco por interesse mesmo, ficamos brincando de fotografar gotas d'água. Não é nada difícil quando você tem uma câmera digital, basicamente deixe uma torneira pingando, aperte e segure o botão: alguma gota vai acabar sendo congelada no meio do seu caminho para baixo.

Idealmente, você vai querer ter bastante luz para poder usar uma velocidade alta de obturador, mas se não tiver, pode ter resultados interessantes mesmo assim, até mesmo com flash.

Depois de voltar para casa (e passar um tempão selecionando as fotos) também resolvi encarar um problema que estava me incomodando com a nova câmera digital: não dá para por filme preto e branco nela! Claro, posso colocar ela no modo preto e branco, mas fico sempre com aquela coceira pensando que é um disperdicio, pois quem vai fazer essa conversão para P&B é a câmera, e eu não vou poder escolher quais cores serão realçadas, e quais não... Porém converter no computador é sem graça, por que não tem a surpresa de ter que tirar uma foto e só depois ver o que ela vai virar. Tudo bem, encarei e os resultados não foram ruins... tirando que não adianta: grãos em fotos digitais não são iguais a grãos de filmes...

Grainy Wet Tomato`

Para quem quiser saber mais sobre conversão para P&B de fotos digitais, este artigo do Epic Edits tem (literalmente) uma dúzia de jeitos de se fazer a conversão. Para ler sobre grãos em fotos, e a diferença entre "grãos digitais" (ruido) e os de filme, este artigo do adipap é bem legal (além de ter vários exemplos). Para fotos animais de gotas, essas duas buscas no flickr e a foto da Dê da mesma seção, e para umas mais modestas, minha tag gotas.

Defined tags for this entry: , ,

Gotas e Granulados

02 02 2008

Final de semana passado a Dê e eu fomos ao sítio, dar uma fugida da cidade e dar uma descansada. Levamos a câmera e, um pouco por falta de coisa melhor a fazer, um pouco por interesse mesmo, ficamos brincando de fotografar gotas d'água. Não é nada difícil quando você tem uma câmera digital, basicamente deixe uma torneira pingando, aperte e segure o botão: alguma gota vai acabar sendo congelada no meio do seu caminho para baixo.

Idealmente, você vai querer ter bastante luz para poder usar uma velocidade alta de obturador, mas se não tiver, pode ter resultados interessantes mesmo assim, até mesmo com flash.

Depois de voltar para casa (e passar um tempão selecionando as fotos) também resolvi encarar um problema que estava me incomodando com a nova câmera digital: não dá para por filme preto e branco nela! Claro, posso colocar ela no modo preto e branco, mas fico sempre com aquela coceira pensando que é um desperdicio, pois quem vai fazer essa conversão para P&B é a câmera, e eu não vou poder escolher quais cores serão realçadas, e quais não... Porém converter no computador é sem graça, por que não tem a surpresa de ter que tirar uma foto e só depois ver o que ela vai virar. Tudo bem, encarei e os resultados não foram ruins... tirando que não adianta: grãos em fotos digitais não são iguais a grãos de filmes...

Grainy Wet Tomato`

Para quem quiser saber mais sobre conversão para P&B de fotos digitais, este artigo do Epic Edits tem (literalmente) uma dúzia de jeitos de se fazer a conversão. Para ler sobre grãos em fotos, e a diferença entre "grãos digitais" (ruido) e os de filme, este artigo do adipap é bem legal (além de ter vários exemplos). Para fotos animais de gotas, essas duas buscas no flickr e a foto da Dê da mesma seção, e para umas mais modestas, minha tag gotas.

Defined tags for this entry: , ,

Relembrando

25 01 2008

Acho que estou ficando velho (acho não, tenho certeza), por que ando adorando ficar vendo fotos e posts de 1 ano atrás. Tá certo que a 1 ano atrás e estava começando o namoro, a exatamente um ano atrás eu estava na praia, e a um pouco menos de 1 ano atrás eu estava começando na Itautec. São coisas legais que qualquer um gostaria de relembrar, e ter o blog e fotos para isto é muito legal.

Para os que estão saudosistas como eu, recomendo a música Photograph do Jamie Cullum (obs: não gostei muito da versão que tem um clip no youtube... a do CD Caching Tales é mais legal).

Bom, para finalizar, uma foto de mais ou menos 1 ano atrás, na viagem a Peruíbe com os amigos da Facul:

Olha o Cão! (by Pedro Angelini)

Defined tags for this entry:

Gosto...

20 01 2008

Berry Happy!!, originally uploaded by Mr. Greenjeans.

Gosto de dias chuvosos como hoje, principalmente quando você não tem muita coisa a fazer



Page delivered in 0.351337 seconds, 89 files included