Help!

28 11 2007
Pessoal, eu podia estar roubando, eu podia estar me drogando, podia estar me prostituindo, mas estou aqui honestamente blogando e pedindo uma ajuda para escolher Temas de Fotos e Músicas de Viagem. Para ajudar, entre no artigo do deep e deixe seus comentários! É fácil, rápido e indolor (nem precisa ler o artigo todo :-P)!
Defined tags for this entry: , , , ,

Bug do Excel 2007 Duplamente Explicado

06 11 2007

A algum tempo atrás correu pela net uma notícia sobre um bug no Excel 2007 que fazia com que uma célula que tivesse a operação 850*77,1 mostrasse 100000 em vez de 65535, que é o que todas as outras calculadoras do mundo te mostrariam (bom talvez não todas).

Broken Time

Se você procurar no Google ainda vai achar gente o chamando de "Bug Crítico", "Erro de Multiplicação", "Erro Grave", "fim do mundo", "todos as planilhas do mundo estão erradas", "depositaram 100000 na minha conta em vez de 65535" (ta, essa última foi forçada). Até o Digg chamou de Critical Excel 2007 bug cripples users.

Quem programa deve ter pensado, como eu: "bah... não é possível que seja tão problemático assim". Por que multiplicação é uma coisa muito básica no programa para dar errado em uma circunstancia tão única... se a rotina de multiplicação da Microsoft (assumindo que não é o seu processador que faz isso diretamente) estivesse errada, nenhum número apareceria certo no Excel.

Para encerrar o assunto, ficou provado que realmente não era tão crítico assim. Como os geeks de plantão podem ler nesse extenso e passo a passo desmanche do Excel para achar o bug feito pelo Chris Lomont, que eu achei nas feeds do Joel on Software é um problema de formatação do número. O que acontece é que o Excel não usa funções prontas de formatação (tipo sprintf, para os chegados), e sim tem sua própria rotina otimizada (direto no assembly ao que parece). Em um determinado momento, um bit a mais, um carry a menos, e você cai em um de dois pedaços ultra-específicos da rotina que estão errados.

Já a um tempo atrás o próprio Joel tinha dado uma boa explicação para o motivo do bug, que não afeta o número guardado propriamente dito, só a exibição do mesmo. Isso quer dizer que você não precisa revisar aquela planilha gigante, por que fórmulas que usam esta célula "bugada" não usam o número 100000 e sim o correto 65535.

Anyway.... Cagada Microsoft (justo na melhor versão do office até agora?!)

(ps: procurar por "dog shit" no flickr é interessante, veja o que eu achei:

American Foreign Policy Poop Patrol - déjections électorales - - déjections électorales - - déjections électorales -

)

Defined tags for this entry: , , , , , ,

Tantos lugares, tão poucas fotos...

15 10 2007

Estou quase completando minha milésima foto no Flickr. Para ser exato, são 943 até hoje.

E ainda me perguntam se vale a pena pagar por isso... até hoje foram por volta de 5 centavos por foto, para mantê-las organizadas, divulgá-las, manter backup, colocálas num mapa, etc.

Falando em mapa, eu estava colocando algumas fotos antigas no mapa mundi e uma hora me deparei com um mapa parecido com este aqui:

Novo objetivo megalomaniaco de vida: encher o mundo de pontos rosas para não mais ver nenhum pedaço de terra :-) (ta bom, a Groenlândia não conta)

Defined tags for this entry: , ,

Esqueçam Retargeting...

14 10 2007

Esqueçam retargeting! Essa tecnologia nova da Microsoft é que é maneira:

No videozinho, o cara mostra algumas tecnologias divertidas, que a Microsoft passou a desenvover a partir da compra do Seadragon. Uma delas é a brincadeira que o Blaise Aguera y Arcas faz no filminho de zoom interativo de alta performance. Alta performance nesse caso não quer dizer que você precisa de uma máquina animal para fazer rodar. Na verdade é o contrário, o algoritmo é bom, então sua máquina pode ser tosca.

A outra tecnologia que é muito impressionante é a do final do filme, que está disponível para brincar no site da Microsoft Live Labs. Com o Photosynth, eles são capazes de, dadas muitas fotos de um determinado tema (como por exemplo essas aqui), reconhecer padrões e juntar tudo em um modelo 3D, que você pode navegar usando seu mouse e teclado. É impressionante. Quem gosta da parte técnica, dê uma olhada aqui para ver como eles fazem isso.

Essas tecnologias são bem legais, e na minha opinião muito revolucionárias. Se for possível que elas sejam usadas por muitos, as possibilidades são enormes. Só de bobeira, imagina uma fotográfica que, quando você tira uma foto, entra na internet (via WiMax) e encontra fotos similares, tiradas de outros ângulos. Você pode dar uma olhada no modelo 3D do lugar, e escolher os melhores ângulos para ver o monumento, ou ver onde é o lugar mais legal para tirar um retrato. Isso para dar uma aplicação lúdica. Se você for um arquiteto pensando na fachada do novo prédio que você vai projetar, essa tecnologia acaba de te permitir colocar seu prédio no meio da cidade sem ter que gastar uma fortuna. Basta ir para o lugar e tirar um monte de fotos!

Reparem que eu falei no começo do parágrafo "se for possível que elas sejam usadas por muitos". Fazendo uma busca pelo nome do indivíduo do filminho na base de patentes do Google, você vai ver que a Microsoft já patenteou um monte dessas tecnologias.

Ah! Não posso deixar de dar o crédito para o Spadim, que me passou o link para o videozinho! Valeu Spadim!

Defined tags for this entry: , , ,

Retargeting

03 10 2007

via Photojojo

Retargeting é uma tecnica razoavelmente nova (o paper da pequisa original é tem referências de 2006) para redimensionar fotos. Antes você podia fazer isto de dois jeitos: cortar um pedaço, ou fazer uma escala (diminuir ou aumentar tudo proporcionalmente). Existiam alguns jeitos diferentes (tipo esticar mais nas bordas que no centro, ou coisas assim) mas não eram nem muito divulgados, nem funcionavam muito bem a não ser em imagens específicas.

Este novo jeito é bem interessante: ele se baseia em retirar (ou colocar) fileiras de pixels não só proporcionalmente com tamanho final, mas também levando em conta a importancia dessa fileiras.

Não vou entrar muito em detalhes, o filminho a seguir é bem explicativo, e impressionante (principalmente se você se interessa por processamento de imagens).

Bom, não tardou muito, e já existem ferramentas na web para você poder fazer o seu próprio resizing:

  • um plugin para o GIMP
  • código Action Script (programação para filminhos flash) que implementa o algoritmo
  • o rsizr, que é uma ferramenta em flash pronta para você brincar (meio lento, mas enquanto não fazem o plugin do photoshop, ta valendo)

Peguei o risizr pra brincar e olha o que deu:


imagem original


imagem "retargetada"


imagem original


imagem "escalada"



imagem "retargetada"

Notem que da original para a "retargetada", nem o trem nem a cabeça do boneco diminuem, ao contrário da "escalada" que diminui tudo na foto. Partes da foto em volta desses pontos "importantes" somem, mas o resto acaba ficando. Uma ferramenta que o algoritmo usa é a marcação de áreas a serem removidas e áreas a serem mantidas. Usei o de manter áreas na segunda foto para evitar que partes da cabeça do Sr. toco fossem reduzidas.

Isso é bem divertido! (valeu a meia hora a menos de sono) Será que vai pegar e as pessoas vão começar a usar? Acho que só quando implementarem integrado ao windows, ou office...

Defined tags for this entry: , , ,

Você olha onde pisa?

01 10 2007

Ficou intrigado? leia mais aqui sobre este passeio na Paulista

Defined tags for this entry: , , , ,

Jesus na Montanha!

26 09 2007

Nada bíblico, é só o Julio no Sítio:

Sem Titulo

E aqui, ele exibindo sua mímica de outra divindade: Shiva, deus da destruição, com seus braços múltiplos (de dois)

Churrasco no sítio


Sheeva do Mortal Kombat - qualquer semelhança é mera coincidência

Fotos tiradas pela


Defined tags for this entry: , ,

Presente

17 09 2007

O Yahoo Fotos! está saindo do ar. Recebi um e-mail com esse título a mais ou menos uma semana atrás, dizendo que o serviço vai ser completamente substituido pelo Flickr, que também é do Yahoo!. Eles sugeriram, então, uma migração das minhas fotos que estavam lá.

Não era muita coisa, só algumas fotos da França e uma relíquia: o desenho do nosso carrinho de PCC (projeto do 1º ano da Poli).

Grenoble - Alpes.jpg.jpg Grenoble - Eu e o Tarek.jpg Eeeeee!.jpg.jpg

projeto one v.jpg

Reencontrar essas fotos, por si só, já foi muito legal, mas além disso, no final do processo eu ainda ganhei 3 meses de conta PRO. Eles fazem isso por que no Flickr, as fotos ficam organizadas por data de upload, e quem tem contas básicas só consegue ver suas últimas 200 fotos enviadas. Se você é como eu, e não usa o Yahoo Fotos a tempos, o que estava lá ficou no final da sua lista. Sem a conta pró, ficaria inacessível.

Agora, fica a dica para presente de aniversário:

Defined tags for this entry: , ,

abacaipanarap

03 09 2007
Calma, eu não estou maluco, é só Paranapiacaba escrito ao contrário (em homenagem ao vizinho ynnuf gnileef). Sábado fui buscar os negativos revelados lá na Conselheiro Crispiniano (fato inusitado: nessa rua você pode ir à loja Conselheiro - Fuji, ou à Crispiniano - Kodak), e passei o resto da manhã escaneando negativos. Agora que eu aprendi, umas 50 fotos demoram por volta de 2 a 3 horas para escanear.

Digitalizar0044 (edited)

Domingo à noite, eu devo ter passado mais umas boas 3 horas mexendo nas fotos no Photoshop Lightroom (eu já comentei que esse programa é muito bom?), e hoje mais uma meia hora enviando para o Flickr. Quando se escaneia negativos P&B, as fotos saem vermelhas e pretas, e aí você tem que ajustar saturações, e misturas de cores para aquele cinza que você quer (não tente revelar direto em P&B, fica uma porcaria).

Isso dá alguma flexibilidade para você brincar de sépia, foto antiga, etc. Deixei uma em vermelho, do jeito que saiu do scanner para vocês verem (na verdade gostei dela assim mesmo, um céu dramático).

Digitalizar0050 (edited) Digitalizar0023 (edited)

Digitalizar0039 (edited) Digitalizar0033 (edited) Digitalizar0036 (edited)

Mais fotos no post irmão deste no deep, ou na página do Flickr.

FIP

Vale a pena

Defined tags for this entry: , , , ,

Mas onde raios fica a Zelândia?

26 08 2007
Pois é... Você conhece New York, e sabe que York é uma cidade no Reino Unido. Você conhece New Orleans, e sabe que Orleans é uma cidade na França. Você conhece a Nova Caledônia, e sabe que a Caledônia é o nome em latim da Escócia (ta bom, eu não sabia essa, mas nada que a Wikipedia não resolva). De onde você passa a pensar na pergunta da epígrafe.

Não se pergunte mais: a Zelândia, por falta de ser um lugar, são dois. O que deu o nome às Ilhas, segundo a Wikipedia, se chama originalmente Zeeland (notem o segundo "e"), e é uma das províncias dos países baixos, assim como a Holand (aaahhh agora faz sentido, não?). O outro é uma das ilhas da Dinamarca, a Zealand. Por que raios dois lugares tem nomes iguais, ou o nome ficou com um "a", só o John James Cook pode saber. (e ele está morto).

Mas o que é legal é achar por acaso o site do Windows Vista Nova Zelândia, e os fundos de tela que eles oferecem, todos fotos deste país muito bonito (e casa dos Kiwis).

Site do Windows Vista com mais Wallpapers (vale a pena, se você gosta de fotos de paisagens)

UPDATE: agora não só Cook sabe o motivo para tantos lugares terem nomes parecidos... aparentemente tem algo a ver com "sea-land". Vejam logo no começo do artigo sobre Zeeland da Wikipedia

Defined tags for this entry: , , ,


Page delivered in 0.278159 seconds, 89 files included