Ilford Delta 3200 - um filme rápido

17 08 2008

 

A algumas semanas eu me diverti tirando fotos noturnas em São Paulo em um Safari fotográfico, só com a minha câmera com filme. Usei dois rolos de Fuji ISO 800, e um rolo de Ilford Delta 3200, 36 poses, que encontrei na Consigo (uma das melhores lojas do centro para material fotográfico) por R$ 23,90

Antes de sair para fotografar, dei uma pesquisada, e encontrei algumas pessoas falando mal do filme, mas em seguida descobri por que: por ser tão sensível (ISO 3200 precisa de 4x menos luz do que o ISO 800 para a mesma exposição), ele precisa ser usado logo, e revelado logo, caso contrário cria um certo aspecto "leitoso". Fique até meio tentado a dar uma "puxada", ou seja, bater as fotos como se ele fosse mais sensível, e avisar o laboratório de revelação para revelar por mais tempo (li uma review de um cara que puxava até ISO 12500!), mas resolvi usar nos 3200 mesmo.

Safari P&B

O resultado? Bom, é muito legal poder tirar fotos em plena noite, só com a luz de algumas lâmpadas de rua e não precisar de um tripé. Você consegue tranqüilo usar velocidades de 1/30 ou 1/60 segundos e assim não ter fotos tremidas, mesmo em situações onde as digitais estão pedindo flash ou enchendo sua foto de pontinhos coloridos (ruido de ISO alta). Achei que o grão do filme ia ser grande, mas depois de revelado, percebi que não é tanto, principalmente comparado a um Tri-X meio sub-exposto e processado no computador (como umas fotos de Paranapiacaba que tirei faz tempo num dia nublado). De um modo geral, para mim que adoro preto e branco, o Ilford Delta 3200 está na lista de compras quando eu for tirar fotos em condições de luz difíceis. O único problema é conseguir algum lugar para revelar barato...

Safari P&B Safari P&B Safari P&B

Defined tags for this entry: , , , , ,

Gotas e Granulados

02 02 2008

Final de semana passado a Dê e eu fomos ao sítio, dar uma fugida da cidade e dar uma descansada. Levamos a câmera e, um pouco por falta de coisa melhor a fazer, um pouco por interesse mesmo, ficamos brincando de fotografar gotas d'água. Não é nada difícil quando você tem uma câmera digital, basicamente deixe uma torneira pingando, aperte e segure o botão: alguma gota vai acabar sendo congelada no meio do seu caminho para baixo.

Idealmente, você vai querer ter bastante luz para poder usar uma velocidade alta de obturador, mas se não tiver, pode ter resultados interessantes mesmo assim, até mesmo com flash.

Depois de voltar para casa (e passar um tempão selecionando as fotos) também resolvi encarar um problema que estava me incomodando com a nova câmera digital: não dá para por filme preto e branco nela! Claro, posso colocar ela no modo preto e branco, mas fico sempre com aquela coceira pensando que é um disperdicio, pois quem vai fazer essa conversão para P&B é a câmera, e eu não vou poder escolher quais cores serão realçadas, e quais não... Porém converter no computador é sem graça, por que não tem a surpresa de ter que tirar uma foto e só depois ver o que ela vai virar. Tudo bem, encarei e os resultados não foram ruins... tirando que não adianta: grãos em fotos digitais não são iguais a grãos de filmes...

Grainy Wet Tomato`

Para quem quiser saber mais sobre conversão para P&B de fotos digitais, este artigo do Epic Edits tem (literalmente) uma dúzia de jeitos de se fazer a conversão. Para ler sobre grãos em fotos, e a diferença entre "grãos digitais" (ruido) e os de filme, este artigo do adipap é bem legal (além de ter vários exemplos). Para fotos animais de gotas, essas duas buscas no flickr e a foto da Dê da mesma seção, e para umas mais modestas, minha tag gotas.

Defined tags for this entry: , ,

Gotas e Granulados

02 02 2008

Final de semana passado a Dê e eu fomos ao sítio, dar uma fugida da cidade e dar uma descansada. Levamos a câmera e, um pouco por falta de coisa melhor a fazer, um pouco por interesse mesmo, ficamos brincando de fotografar gotas d'água. Não é nada difícil quando você tem uma câmera digital, basicamente deixe uma torneira pingando, aperte e segure o botão: alguma gota vai acabar sendo congelada no meio do seu caminho para baixo.

Idealmente, você vai querer ter bastante luz para poder usar uma velocidade alta de obturador, mas se não tiver, pode ter resultados interessantes mesmo assim, até mesmo com flash.

Depois de voltar para casa (e passar um tempão selecionando as fotos) também resolvi encarar um problema que estava me incomodando com a nova câmera digital: não dá para por filme preto e branco nela! Claro, posso colocar ela no modo preto e branco, mas fico sempre com aquela coceira pensando que é um desperdicio, pois quem vai fazer essa conversão para P&B é a câmera, e eu não vou poder escolher quais cores serão realçadas, e quais não... Porém converter no computador é sem graça, por que não tem a surpresa de ter que tirar uma foto e só depois ver o que ela vai virar. Tudo bem, encarei e os resultados não foram ruins... tirando que não adianta: grãos em fotos digitais não são iguais a grãos de filmes...

Grainy Wet Tomato`

Para quem quiser saber mais sobre conversão para P&B de fotos digitais, este artigo do Epic Edits tem (literalmente) uma dúzia de jeitos de se fazer a conversão. Para ler sobre grãos em fotos, e a diferença entre "grãos digitais" (ruido) e os de filme, este artigo do adipap é bem legal (além de ter vários exemplos). Para fotos animais de gotas, essas duas buscas no flickr e a foto da Dê da mesma seção, e para umas mais modestas, minha tag gotas.

Defined tags for this entry: , ,

abacaipanarap

03 09 2007
Calma, eu não estou maluco, é só Paranapiacaba escrito ao contrário (em homenagem ao vizinho ynnuf gnileef). Sábado fui buscar os negativos revelados lá na Conselheiro Crispiniano (fato inusitado: nessa rua você pode ir à loja Conselheiro - Fuji, ou à Crispiniano - Kodak), e passei o resto da manhã escaneando negativos. Agora que eu aprendi, umas 50 fotos demoram por volta de 2 a 3 horas para escanear.

Digitalizar0044 (edited)

Domingo à noite, eu devo ter passado mais umas boas 3 horas mexendo nas fotos no Photoshop Lightroom (eu já comentei que esse programa é muito bom?), e hoje mais uma meia hora enviando para o Flickr. Quando se escaneia negativos P&B, as fotos saem vermelhas e pretas, e aí você tem que ajustar saturações, e misturas de cores para aquele cinza que você quer (não tente revelar direto em P&B, fica uma porcaria).

Isso dá alguma flexibilidade para você brincar de sépia, foto antiga, etc. Deixei uma em vermelho, do jeito que saiu do scanner para vocês verem (na verdade gostei dela assim mesmo, um céu dramático).

Digitalizar0050 (edited) Digitalizar0023 (edited)

Digitalizar0039 (edited) Digitalizar0033 (edited) Digitalizar0036 (edited)

Mais fotos no post irmão deste no deep, ou na página do Flickr.

FIP

Vale a pena

Defined tags for this entry: , , , ,


Page delivered in 0.246084 seconds, 89 files included