Be-cá-pe

17 03 2008

Back Up Stuff!O Compilação anda meio parado, não? Parte do motivo deste hiato é que a mais ou menos exatamente sete dias, todos os computadores da empresa do meu pai foram roubados, e eu sou o help-desk de lá. Todos os dados deles que não estavam em e-mails foram junto com o servidor, que tinha uma redundância de HDs para evitar perdas de dados (ingenuidade nossa, de achar que o únic risco era HD falhando).

O fato é que passei parte da semana (que já não foi tranqüila no trabalho) instalando máquinas à noite, ou se não pesquisando soluções para que isso não aconteça de novo (não o roubo, a perda de dados). Neste segundo tópico, eu tinha cogitado algumas alternativas. Para dar uma idéia melhor, estamos falando de mais ou menos 40GB de dados importantes (daqui a algum tempo, agora eles tem quase nada), todos centralizados em um servidor. As alternativas são:

  • Montar um servidor fora da empresa, para backup dos dados - algo como uma máquina velha 100% do tempo ligada, rodando um Linux enxuto com um servidor FTP ligado
  • Comprar um HD externo que seria retirado da empresa no fim de cada dia por um dos sócios
  • Usar (contratar) um serviço online de Storage.

Por eliminação , ficamos com a última, pois a primeira requer muita manutenção e o up-time (ou falta dele) do servidor pode ser um problema. A segunda não funcionaria bem num lugar onde as pessoas tem horários flexíveis e às vezes trabalham de casa.

Portanto, fui Googlear algumas alternativas de Armazenamento Online. Eis o que chamou minha atenção, em serviços grátis:

  • Locaweb - 20 MB grátis, até 10GB num preço razoavel - transferência mensal igual a 50x o espaço de armazemanento. Diferencial: WebDAV, que permitiria que as pessoas do escritório usassem elas mesmas os arquivos guardados em caso de necessidade (sem precisar explicar como acessar a interface web); outro diferencial: é a Locaweb, que vem nos atendendo muito bem a muito tempo no plano de hosting.
  • VMN Storage - 1GB de espaço grátis, não fala a transferência. Tem tudo o que eu precisaria (incluindo programa de Backup), tirando espaço o suficiente. Daria para levar por um tempo, mas existem os dois abaixo:
  • MediaMax - 25GB de espaço grátis com gerenciador de backups. Problema 1: só 1GB de download mensal. Se algo acontecer, tenho duas opções: racionar a recuperação de dados (e demorar 25 meses para reaver tudo!) ou pagar por um plano maior que tenha mais download (US$ 9,95 por o de 25GB de download mensal). Problema 2: na versão grátis, o maior arquivo que se pode mandar é de 10MB
  • ADrive - 50GB de espaço grátis (Yei!). Problemão: o único jeito de fazer upload é via web (java = lento), e ele não tem deixa você mandar mais de 1000 arquivos por vez... isso mata qualquer um que tenha que fazer upload de qualquer 100 MB de arquivinhos de 5 kB. O pessoal do ADrive promete para breve um programa desktop para resolver isso.

Scrubbing the platters

Provavelmente vou ficar com o MediaMax, mas não poderei usar o serviço grátis... vou ter que pagar US$ 44,95 / ano, o que não é nenhum absurdo perto do prospecto de perder tudo de novo.

Agora estou pensando se pago o mesmo serviço para os meus dados aqui do PC de casa. Eles estão totalmente desprotegidos, e andei lendo alguns artigos engraçados e perturbadores da Ontrack, que todo ano solta os 10 mais estranhos trabalhos de recuperação de dados que eles resolveram (links para o de 2004, 2005 e 2006).

Defined tags for this entry: , , ,

GED

06 07 2007

Gerênciamento Eletrônico de Documentos. Está na moda, preserva o meio-ambiente, agiliza os processos e implantaram na USP.

Não sei quanto tempo faz, mas pelo sistema Jupiter, o mesmo que usamos na graduação para fazer matrícula, já podemos emitir documentos que antes tínhamos que ir pegar na Seção de Alunos.

Como funciona? Você entra na página do Jupiter, loga e entra no link Emissão de Documentos. Lá existe a lista dos documentos disponíveis, que hoje são: Atestado de Aluno, Atestado de Aluno Trancado (nome engraçado), Atestado de Matrícula e Atestado de Matrícula com disciplinas.

Entrando no link você vê um pdf com o documento. E como eles garantem a autenticidade? Afinal, qualquer um pode gerar um documento desses. Bom, no próprio documento, existe um código. Entrando este código numa página do sistema, você verifica se o documento está cadastrado. O código é longo e parece aleatório, então as chances de fraude não são grandes.

Uma praticidade a mais para o aluno e menos trabalho para os nossos queridos funcionários, que poderão se dedicar a atividades mais importantes (colocar aqui foto do servidor público jogando Paciência)... alunos e vegetais lenhosos agradecem.



Page delivered in 0.251161 seconds, 89 files included