Jundiaí

05 09 2010

Os amigos mais próximos estão acompanhando essa história, mas é um fato bastante relevante, e vale a pena passar uma meia hora de fretado para descrever e registrar a situação. Hoje é o terceiro dia de trabalho em Jundiaí. A área de Materiais inteira (mais ou menos umas 60 pessoas) foi relocada. Do ponto de vista de negócio faz todo o sentido do mundo: na Paulista nós estávamos longe dos nossos clientes internos e dos nossos fornecedores.

Agora é aqui que eu trabalho

Claro que do ponto de vista pessoal, a história é outra. Eu aumentei minha locomoção diária total de 1h/dia para 4h/dia, e passei a acordar duas horas antes, e chegar 2h depois em casa, trabalhando mais ou menos 1h a menos num dia sussa.

O ambiente na fábrica é muito acolhedor, e os esquemas de transporte não são ruins (estou pegando um fretado), mas a distância complica as coisas, principalmente meu curso de pós, e outros cursos que venham depois. Mas tudo isso eu já sabia quando decidi ficar na Itautec e vir para a Fábrica... Então quais foram os argumentos que me convenceram?

O primeiro grupo de argumentos é o "Itautec é bom": gosto de trabalhar na Itautec, e estou com projetos bem interessantes, perspectivas de trabalhar um tempo na China, etc. O segundo é "Não é tão ruim assim": dormir pouco nunca foi problema para mim, e o horário que eu chego em casa não está muito longe do que eu já chegava. Com um pouco de imaginação, estou preenchendo o tempo "inútil" do fretado fazendo coisas para mim (como escrever no blog e ler)

Mas acho que o principal argumento é o seguinte: não faz sentido para a carreira que eu quero ter, sair de um emprego por conta de ser relocado. Imagina eu fazendo entrevista para uma multinacional, e perguntando das chances de ser enviado para outro país, mas respondendo que saí do meu emprego anterior por que era muito longe! É fácil, na hora de tomar a decisão, esquecer que uma das coisas mais importantes em uma carreira é a consistência das suas decisões. Estive olhando uns CVs para contratar mais uma pessoa para a minha área, e salta muito aos olhos quando a pessoa não tem um caminho que faz sentido... Dá a impressão que tem algo de errado no jeito que a pessoa decide, e ninguém quer ter um funcionário errático na equipe.

Bom, o negócio agora é ir para as cabeças!

Defined tags for this entry: , , , ,

China 2 - O Retorno

08 05 2010

Ilha de HK

 

Mais ou menos um mês atrás eu estava voltando da China. Foi minha segunda viagem, e definitivamente melhor que a primeira. Também consegui escrever mais, um pouco graças ao smartphone, principalmente em tantas cidades com wifi de graça, mas também por estar muito menos perdido que da primeira vez. Aqui vai o que passou pela cabeça nesses 4 dias de voo e 5 de pés no chão em solo asiático. Acho que na próxima vou tentar postar enquanto ando… não tinha percebido que eu escrevia tanto até jogar todos os arquivinhos no mesmo post :-)

 


Continuar lendo "China 2 - O Retorno"


Breve sobre indústria pelo mundo

22 02 2009

industrial remains (by extranoise)

 

O boston.com frequentemente publica galerias de fotos muito legais, em grande formato e bem escolhidas. A última é sobre trabalho.

Uma coisa que me chamou atenção é que muitas dessas fotos de fábricas e pessoas produzindo e trabalhando são tiradas na China ou na Índia. Ok, não era de se surpreender, são os dois países mais populosos do mundo, e provavelmente onde o maior número de pessoas trabalha em fábricas. Mas o que mais me chamou atenção foi o fato entre fotos de fábricas (teoricamente uma amostra quase aleatória), as tiradas na China o trabalho é menos degradante das tiradas na Índia. Difícil afirmar que isto é um fato a partir dessas fotos, mas é um insight interessante… Palavras do próprio autor da coletânea:

By collecting these disparate photos over the past few months, I found that a global portrait emerged of we humans producing things.

Bom, divagações a parte, gosto muito de conhecer fábricas e queria que fosse mais fácil fotografá-las. Na maioria é terminantemente proibido até se entrar com uma câmera. Bom, também queria que estas fotos do boston.com fossem Creative Commons para poder publicá-las aqui, mas fazer o que, né?

foto por extranoise

Defined tags for this entry: , , ,

Updates

14 02 2009

Este começo de ano está prometendo. Em ordem cronológica:

10

Vou continuar a Iniciação Científica que comecei no terceiro ano da facul e tinha ficado meio (ok, minha parte totalmente) abandonada. É na área de informática aplicada à oftalmologia, e envolve umas imagens de fundo de olho como esta na ilustração. Vai ser muito bom para retomar contatos, voltar um pouco ao mundo acadêmico e voltar a programar um pouco.

Arena de Évora (by zone41)

Não, não vou para a Espanha (nem pra Barretos). Vou voltar ao curso de espanhol.

Sunset of Taipei (by Matthew Fang)

A trabalho, vou para Taipei – Taiwan! Por volta de 72h de vôo/conexões para a ida e volta, para passar uma semana visitando fornecedores e fazendo reuniões… espero que dê tempo para passear um pouco também (apesar de que só a parte de trabalho já vai ser muito interessante).

your body is a wonderland..... (by Graceº)

Floripa – A Dê e eu vamos para lá em um dos feriados de Abril (aliás, vocês repararam como abril está cheio de feriados?). Não conheço, mas dizem que tem praias lindas e mulheres igualmente bonitas. Vou dirigindo levar mais uma para embelezar o local temporariamente. Aliás, neste tópico, a Dê vai passar o resto da semana por lá pois conseguiu publicar seu trabalho de fim de curso da Pós em um Congresso. Parabéns pequena! (mais sobre esta viagem no deep em breve)

Zidane (by Kaptain Kobold)

França e Itália em Maio – A Dê e eu conseguimos tirar férias no mesmo mês este ano. Uma oportunidade única para fazermos aquela mega viagem que a maioria dos casais quer fazer: França e Itália. Uma palavra para entender a ilustração: Zidane. (essa viagem já tem alguma coisa no GoPlanit, e em breve vai ter muitos detalhes no deep)

Suits (vertical) (by Austin Tolin)

Pós-graduação no segundo semestre. Muito provavelmente CEAG na GV… ainda não muito bem definido pois é muito caro, mas acho que está na hora de parar de bundar e ir estudar alguma coisa, né?

Tudo isso me deixa bem animado, pois no ano passado eu estava me sentindo meio inútil, só fazendo um curso de espanhol duas vezes por semana… Agora é cuidar para não fazer overbooking de atividades.

fotos do Flickr por zone41, Matthew Fang, Graceº, Kaptain Kobold e Austin Tolin


Retrospectiva 2008

27 12 2008

Ano passado não fiz retrospectiva: o final de 2007 foi muito agitado, com o final da faculdade, e a Viagem à Chapada Diamantina. É uma pena, por que reler retrospectivas é bem legal (estou relendo a de 2006).

Bom, 2008 foi um ano meio incremental… isto quer dizer que não fiz nada radicalmente novo, mas refiz várias coisas, de maneira melhor ou mais intensa.

  • Comecei o ano longe de São Paulo, doente depois de ter comido uma pizza com Bacon
  • Rodei uns 2.500 km em alguns dias para voltar para São Paulo
  • Passei de novo pelo Rio, e ainda não conheci a cidade direito
  • Comecei a trabalhar com carteira assinada pela primeira vez
  • Tirei muitas fotos, escrevi bastante sobre elas
  • Fotografei o centro de São Paulo à noite com amigos na Virada Cultural
  • Comi bastante comida Japonesa
  • Senti um terremoto (isso foi legal, quero de novo!)
  • Viajei a trabalho para Manaus, e passei alguns dias como turista
  • Conheci duas pessoas com quem a única conexão foi estar na mesma cidade sozinhos no mesmo momento
  • Comecei a usar o Twitter (eu que achava esse negócio uma boabagem, e agora sou viciado)
  • Visitei exposição de fotos
  • Cozinhei bastante, na maioria das vezes junto com a Dê
  • Fiz rapel e rafting em Brotas
  • Organizei mais um Safari pelo centro de São Paulo (mais ousado que o anterior)
  • Comprei lentes macro de presente (pensando agora, acho que é o presente mais caro que já dei para alguém, e estou muito feliz com isso)
  • Fui em um show da Dave Matthews Band e vi que eles são tudo isso que se fala (ou seja, vale a pena mudar planos de viagem para ver um show deles quando eu for para os EUA)
  • Acabei um curso de língua
  • Viajei a Buenos Aires a passeio em um feriado por lá
  • Meu chefe pediu demissão
  • Comprei um computador de marca
  • Trabalhei demais, tomei muito pouca cerveja com meus amigos
  • Fiz Chocolate com Bacon junto com o Thiago – e ficou muito bom!

Happy new year 2008-1 (by Matthew Fang)

Algumas coisas terão que mudar no ano que vem, e vou começar desde cedo em 2009 a trabalhá-las.

  • Preciso ver mais meus amigos, e fazer laços mais profundos com o pessoal do trabalho
  • Tomar mais cerveja (diretamente relacionado com o acima)
  • Fotografar mais, mas principalmente, colocar as fotos mais rápido na internet
  • Viajar mais, fazendo viagens mais econômicas para fazê-las mais vezes
  • Comer mais salmão (ok, eu comi um monte de salmão esse ano, mas peixe deixa você inteligente)
  • No trabalho, focar mais na minha carreira
  • Voltar a estudar

Bom, aproveitando a deixa então, Feliz Ano Novo para todos os leitores, e um ótimo 2009!

foto por Matthew Fang

Defined tags for this entry: , , , , , ,

Você quis dizer o quê?!

31 08 2008

Trabalhar com compra na área de eletrônicos te faz ter contato com empresas de muitos lugares do mundo, principalmente da China. Eu gosto bastante desses contatos e negociações, mas uma coisa que eu não gosto é ter que lidar com endereços na China.

Tente procurar um endereço chinês no Google Maps e você vai entender o que eu quero dizer...

Defined tags for this entry: , , ,

umidade

20 05 2008

Edit: Peço desculpas aos leitores pelo erro ortográfico causado por uma confusão interlingual, por sua vez causada pelo alto grau de sono ao escrever este artigo. Pelo desconforto visual, me desculpem

Edit 2: Este post acaba de ser considerado uma calamidade pública em hortografia. Terá palavras grafadas erronedas de purpósito para dispestar um pouco, e também porque acabo de lembrar que umidade não se escreve com h em nenhuma língua que eu conheço!

Edit 2 (adendo) Nota mental: revisar outro post escrito em Manaus ANTES de postar

Estou, neste exato momento, sentado num quarto de hotel, em Manaus, escrevendo este post. Isto explica, em partes o fato de não ter postado nos últimos dias: viajei na quinta-feira passada para Curitiba (bate e volta) e agora estou aqui, então é de se imaginar a correria.


Manaus é uma cidade humida. Todos os lugares fechados que você vai tem ar condicionado, mas não deixam de ser humidos. Fora, é pior ainda: parece que você está nadando.

Tirando este fato, a cidade até agora não me impressionou, nem positiva, nem negativamente. Não andei muito: cheguei ontem de madrugada (a vista da cidade de dentro do avião à noite é, ela sim, linda) e hoje fiz duas visitas a fornecedores, portanto não passeei muito.

Uma coisa que é engraçada aqui é que a cidade vive de indústria. No meio da rua você ouve pessoas comentando sobre fábricas, nomes de grandes empresas, processos produtivos, etc. Da mesma forma que em São Paulo todo mundo comenta sobre congestionamentos, aqui o assunto é tal fábrica que vai mal, a outra que alugou um galpão maior... vai entender.

Bom, ainda não peguei chuva, e espero que não pegue amanhã, pois tenho planos de andar a pé e fotografar à tarde.

Foto por maratimba

Edit 3: PS: Maldito post que ainda por cima estragou minha formatação... bom parece que agora corrigi

Defined tags for this entry: , ,

Quick note

28 03 2008

Trabalho anda absorvendo um pouquinho minha atenção ultimamente. Só um pouquinho... saindo 20h30 da noite, indo dormir e acordando no dia seguinte já semissonhando/pensando no trabalho do dia seguinte. Mas isso quer dizer que as coisas estão indo bem. Vários projetos interessantes e desafiantes.

Tenho alguns temas de posts na fila, esperando um pouco de tempo para escrevê-los, entre eles um que também envolve o trabalho: Notebooks e sub-notebooks. Tenho também algumas fotos para retocar e colocar no Flickr. Tenho também meu novo PC para comprar (e explicar por aqui por que não estou comprando um notebook, nem um sub-notebook).

Em suma, tenho que conseguir um pouco de tempo para cuidar de coisas particulares.

Ah, e amanhã tem colação de grau. Quase que eu me esqueço de novo.

E só para não fazer um post sem nada de interessante ao possível leitor, aqui vai uma cena de terror para quem depende de transportes marítimos para seu trabalho:

Defined tags for this entry: , , , , ,

Be-cá-pe

17 03 2008

Back Up Stuff!O Compilação anda meio parado, não? Parte do motivo deste hiato é que a mais ou menos exatamente sete dias, todos os computadores da empresa do meu pai foram roubados, e eu sou o help-desk de lá. Todos os dados deles que não estavam em e-mails foram junto com o servidor, que tinha uma redundância de HDs para evitar perdas de dados (ingenuidade nossa, de achar que o únic risco era HD falhando).

O fato é que passei parte da semana (que já não foi tranqüila no trabalho) instalando máquinas à noite, ou se não pesquisando soluções para que isso não aconteça de novo (não o roubo, a perda de dados). Neste segundo tópico, eu tinha cogitado algumas alternativas. Para dar uma idéia melhor, estamos falando de mais ou menos 40GB de dados importantes (daqui a algum tempo, agora eles tem quase nada), todos centralizados em um servidor. As alternativas são:

  • Montar um servidor fora da empresa, para backup dos dados - algo como uma máquina velha 100% do tempo ligada, rodando um Linux enxuto com um servidor FTP ligado
  • Comprar um HD externo que seria retirado da empresa no fim de cada dia por um dos sócios
  • Usar (contratar) um serviço online de Storage.

Por eliminação , ficamos com a última, pois a primeira requer muita manutenção e o up-time (ou falta dele) do servidor pode ser um problema. A segunda não funcionaria bem num lugar onde as pessoas tem horários flexíveis e às vezes trabalham de casa.

Portanto, fui Googlear algumas alternativas de Armazenamento Online. Eis o que chamou minha atenção, em serviços grátis:

  • Locaweb - 20 MB grátis, até 10GB num preço razoavel - transferência mensal igual a 50x o espaço de armazemanento. Diferencial: WebDAV, que permitiria que as pessoas do escritório usassem elas mesmas os arquivos guardados em caso de necessidade (sem precisar explicar como acessar a interface web); outro diferencial: é a Locaweb, que vem nos atendendo muito bem a muito tempo no plano de hosting.
  • VMN Storage - 1GB de espaço grátis, não fala a transferência. Tem tudo o que eu precisaria (incluindo programa de Backup), tirando espaço o suficiente. Daria para levar por um tempo, mas existem os dois abaixo:
  • MediaMax - 25GB de espaço grátis com gerenciador de backups. Problema 1: só 1GB de download mensal. Se algo acontecer, tenho duas opções: racionar a recuperação de dados (e demorar 25 meses para reaver tudo!) ou pagar por um plano maior que tenha mais download (US$ 9,95 por o de 25GB de download mensal). Problema 2: na versão grátis, o maior arquivo que se pode mandar é de 10MB
  • ADrive - 50GB de espaço grátis (Yei!). Problemão: o único jeito de fazer upload é via web (java = lento), e ele não tem deixa você mandar mais de 1000 arquivos por vez... isso mata qualquer um que tenha que fazer upload de qualquer 100 MB de arquivinhos de 5 kB. O pessoal do ADrive promete para breve um programa desktop para resolver isso.

Scrubbing the platters

Provavelmente vou ficar com o MediaMax, mas não poderei usar o serviço grátis... vou ter que pagar US$ 44,95 / ano, o que não é nenhum absurdo perto do prospecto de perder tudo de novo.

Agora estou pensando se pago o mesmo serviço para os meus dados aqui do PC de casa. Eles estão totalmente desprotegidos, e andei lendo alguns artigos engraçados e perturbadores da Ontrack, que todo ano solta os 10 mais estranhos trabalhos de recuperação de dados que eles resolveram (links para o de 2004, 2005 e 2006).

Defined tags for this entry: , , ,

O Início

24 09 2007

Ontem estive na A3 (empresa do meu pai) para fazer manutenção nos compudores e mexendo em software velho encontrei uns CDs com os seguintes dizeres: Windows 95 - O Início.

Não deixa de ser engraçado, ou até nostálgico (se bem que nostálgico só vale pra coisas boas - ninguém tem saudades do 95).

Mas na verdade eu só coloquei esse título porque eu ia mandar um micro-blogging entry, pra dizer que são 8h20 da manhã e eu já mandei meu primeiro e-mail de trabalho, mesmo estando em casa e indo para a facu... mas acho que esse negócio de micro-blog não é pra mim... afinal, pra que falar se é pra falar pouco. Ou, por outro lado, como eu andei lendo não me lembro onde: "se sua vida é tão interessante ao ponto das pessoas quererem saber o que você está fazendo o tempo todo, por que raios você vai parar de fazer o que você está fazendo para escrever sobre isso?"

Fast Delivery

foto por Rain.Forest

Defined tags for this entry: , ,


Page delivered in 0.310324 seconds, 89 files included